Licitação para aquisição da merenda escolar da rede municipal concluída




O processo licitatório para aquisição da merenda escolar da rede municipal de ensino foi concluído. As empresas vencedoras do processo já iniciaram, junto às equipes do Departamento de Nutrição da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), as visitas às unidades escolares a fim de promover adaptação das cozinhas e refeitórios, para a preparação das refeições. Ainda este mês, o almoço e o jantar começam a ser ofertados em dezenas de unidades de educação infantil, contemplando a totalidade das creches até o dia 31 de março, conforme acordo firmado entre a Secretaria e o Ministério Público em reunião na semana passada.

Nas escolas, o processo acontecerá de forma progressiva, de acordo com o secretário da pasta, Marcelo Feres, que acrescentou que desde o início do ano letivo, nenhum aluno estudou sem merenda escolar. Os estudantes estão recebendo merenda seca contendo sucos, biscoitos, bolos, achocolatados e frutas diariamente nas unidades escolares. Os alunos de creche recebem alimentação adequada para a faixa etária, como nestogeno e outros itens.


"Além disso, os estudantes que não voltaram às aulas presenciais no mês de fevereiro - Ensino Fundamental/anos iniciais (1º ao 5º) e os alunos da Educação Infantil (entre 0 e 5 anos incompletos - berçário, maternal I e II, e pré-escolar I e II) - receberam kits de alimentação para consumo em casa. Eles voltaram ao ensino presencial em 07 de março", explicou Marcelo.

Venceram a ampla concorrência as empresas Comercial Milano do Brasil, que ficará responsável pelos lotes 01 e 03, e a empresa A.C.F. DA SILVA LTDA, responsável pelo Lote 02.


O contrato prevê o serviço de nutrição e fornecimento de alimentação escolar, visando ao preparo e distribuição de alimentação balanceada e em condições higiênico-sanitárias adequadas, que atendam aos padrões nutricionais e dispositivos legais vigentes aos alunos matriculados na rede municipal de ensino, mediante o fornecimento de todos os gêneros alimentícios e demais insumos necessários. Além disso, as empresas também deverão garantir o fornecimento dos serviços de logística, supervisão e manutenção preventiva e corretiva dos equipamentos utilizados, fornecimento de mão de obra treinada para a preparação dos alimentos, distribuição, controle, limpeza e higienização de cozinha e despensas em conformidade com as normas técnicas de órgãos sanitários.


"À medida em que as visitas dos técnicos das empresas e os levantamentos estão sendo realizados, a Seduct também está entregando freezer, geladeira, fogão, bebedouro, liquidificador, entre outros itens. Em 2020, muita coisa foi levada das escolas e creches, que ficaram fechadas e sem assistência. Tivemos que adquirir tudo novo", afirmou o secretário.


Marcelo destacou que o Departamento de Nutrição da Seduct desenvolveu projetos importantes na área nutricional, que serão implementados nas escolas e creches nas próximas semanas, em parceria com estudantes de Nutrição e as instituições de ensino superior.


Um deles - Pai, filhos e nutrição escolar - vai estimular a presença dos pais nas escolas para acompanharem a alimentação dos alunos e construir novos hábitos alimentares saudáveis. Um segundo projeto promoverá educação nutricional com os profissionais da educação e os estudantes. Outro destaque é o projeto Prato Limpo, visando reduzir o desperdício de alimentos na merenda oferecida. Haverá, ainda aviação e diagnóstico nutricional nas escolas, apoio à agricultura familiar, entre outras medidas", informou o secretário.

28 visualizações