Mais 14 unidades escolares no ensino híbrido seguro esta semana

A primeira-dama Tassiana Oliveira e o secretário Marcelo Feres acompanharam o início do ensino híbrido nas creches

Foto: César Ferreira


Mais 14 unidades escolares da rede municipal de ensino estão ingressando na modalidade de ensino híbrido seguro nesta segunda-feira (13) e terça-feira (14). A primeira-dama Tassiana Oliveira, e o secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, professor Marcelo Feres, foram recebidos pelos alunos e profissionais da Escola Municipal 29 de Maio, no bairro Pecuária, onde acompanharam as atividades nesta segunda-feira. Na ocasião, eles fizeram o plantio de uma muda de árvore, com ajuda dos estudantes do 1º ano de escolaridade, para marcar o mês em que se comemora o Dia da Árvore (21) e o início da primavera (22 de setembro, neste ano).

Participaram da ação a professora do 1º ano, Katia; diretora Adriana Martins; e a coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE), Catia Mello. A muda foi doada, de forma simbólica, pela organização do 4º Festival Doces Palavras (FDP!) - promovido pela Fundação Cultural Jornalista Osvaldo Lima - às unidades do ensino híbrido.


“Outras 10 unidades já estavam atuando de forma semipresencial, contemplando cerca de 200 alunos. Com essas 14 novas unidades, chegaremos a 700 crianças, aproximadamente, estudando no modelo de ensino híbrido seguro. Outras escolas estão sendo preparadas para também ingressarem nessa modalidade”, afirmou a primeira-dama.


De acordo com o secretário, começaram o ensino híbrido, nesta segunda-feira, as Creches: Irmã Dulce, Monteiro Lobato, Benedito Alves Barreto, Dr Félix Miranda, Professora Joelma Figueiredo de Souza, Salvador Rangel Lopes e Souza Mota. Além das Escolas Municipais Augusto Machado Vianna, Helena Machado de Oliveira, 29 de Maio, Albertina Azeredo Venâncio, Professora Áurea Simão e Maria Queiroz de Oliveira. Na terça-feira (14), será a vez da Creche Escola Professora Ruth Chagas Manhães.


“Os pais estão atendendo ao nosso chamamento e nossos profissionais da Educação, que estão vacinados contra covid-19, têm sido grandes parceiros. A implantação do Plano Municipal do Ensino Híbrido segue acontecendo de forma gradativa, respeitando as recomendações de biossegurança e o Manual Operacional do Ensino Híbrido”, lembrou Marcelo, que também visitou a Escola Augusto Machado Vianna.


A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia e a Secretaria Municipal de Saúde também implantaram um sistema de retrovigilância nas unidades escolares do Ensino Híbrido Seguro, que consiste no acompanhamento de casos suspeitos de Covid dentro da escola. Por meio de atuação da equipe de enfermagem sentinela do PSE, é feito o monitoramento junto aos gestores. “Em caso de adoecimento do aluno ou do profissional da unidade escolar, ele será referenciado para a unidade de saúde mais próxima da escola”, explicou Catia Mello.


Reportagem: Kamilla Uhl

13 visualizações