Mais 20 mil alunos da rede municipal de ensino receberam kits de alimentação


Os kits de alimentação continuam sendo distribuídos pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia. Mais 20 mil alunos da rede municipal de ensino receberam kits de alimentação escolar na semana passada. Nesta segunda-feira (04), foram entregues outros 700 kits na Escola Leandro de Souza, Creche Silvina Manhães e Escola Conselheiro Josino, segundo o secretário da pasta, professor Marcelo Feres.

"Nesta terça-feira (05), ofertarmos outros 1.132 kits aos alunos das seguintes unidades: Escolas Municipais Antônia Lopes, Professora Maria Ângela, Manoel Pereira, Ambrosio de Sousa, Alfredo Vieira, Barreto, Eloy Ornelas, Anna Fernandes, California, Genésio Viana, Isabel Maria, Santa Barbara, Santa Rita e Creche Escola Enéas", pontuou o secretário.

A mãe Joseilda Chaves, mãe de aluno do 3° ano de escolaridade, agradeceu. "É uma ajuda muito importante; precisamos, pois as coisas estão muito caras. Precisamos do leite para alimentar nossas crianças e ajudar no orçamento de nossas casas. Vocês, contribuindo com esse kit, nos ajudam a folgar", comentou.

Criciane Valentim, mãe de aluno do 4° anos de escolaridade, ajuda na complementação do mês, na alimentação dos nossos filhos e no nosso orçamento", disse.

A distribuição é monitorada pelo subsecretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Frederico Rangel, e pelos agentes de Gestão Escolar da Secretaria.

Segundo Frederico, a população está reconhecendo a qualidade dos kits, que são elaborados com orientação da equipe de nutricionistas da Secretaria. “Nenhum kit foi enviado fora do padrão desde o início do contrato. Cada kit contém leite em pó, macarrão, biscoito, arroz e feijão tipo 1, óleo, fubá, sal, suco e duas dúzias de ovos. O kit de creche tem como item a mais um pacote de mistura para mingau", destacou.

De acordo com Marcelo Feres, a empresa Milano venceu o processo licitatório para a distribuição dos kits através de um pregão eletrônico elaborado e publicizado de forma transparente, com participantes de diversas partes do país. “Todas as etapas foram publicadas no Diário Oficial do município. A Prefeitura só faz o pagamento após as conferências dos fornecimentos. A qualidade dos itens está seguindo à risca todos os critérios previstos no pregão eletrônico. Os gêneros alimentícios entregues são os recomendados pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE)”, afirmou o secretário.

15 visualizações