top of page

Mais Ciência promove conscientização da igualdade de gênero na escola


 




 

 

 A Escola Municipal José do Patrocínio, na Penha, foi a primeira a receber o projeto "Empoderamento feminino na infância e adolescência: modificando trajetórias de vida", desenvolvido pela professora Marusa Bocafoli da Silva, da Universidade Cândido Mendes (Ucam), por meio do Programa Mais Ciência, da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct). O objetivo do projeto é contribuir para a conscientização da igualdade de gênero na escola por meio de ações que visem ao reforço de ideias ligadas à harmonia entre as pessoas.

 

De acordo com Marusa, são realizados encontros e rodas de conversa com alunos do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Campos. Nessa primeira edição foram selecionadas duas escolas que ficam na periferia do município. Os encontros já foram realizados na primeira, que foi a José do Patrocínio, e a segunda ainda está nas tratativas quanto às datas. O projeto também prevê a produção de material informativo como panfleto e cartilha, disponibilizados gratuitamente.

 

“A desigualdade de gênero é uma realidade sociocultural, que gera desvalorização social da mulher, sendo importante tratar questões sobre tal temática ainda na base da construção da identidade social. Dando, por exemplo, a oportunidade para meninas acreditarem em si mesmas, se valorizarem, e se autoconhecerem”, comentou.

 

Para ela, também há de se pensar na importância de levar tal debate aos jovens do gênero masculino, no intuito de fazê-los refletir sobre injustiças, preconceitos entre outras mazelas referentes à desigualdade de gênero. “O Mais Ciência é uma política muito importante, pois permite que alunos da graduação tenham contato com a pesquisa aplicada, uma vez que o estímulo é para pensar e propor ações que impactem positivamente o município”, explicou a Marusa.

 

Para a coordenadora do Mais Ciência, Leonora Tinoco, essa conexão com o meio acadêmico permite que conteúdos tão importantes e diversos sejam trabalhados nas escolas, contribuindo para o debate e a conscientização de jovens e até mesmo de professores e equipe gestora.

 

“Atualmente temos 19 projetos aprovados em nosso último edital com temáticas direcionadas para a Seduct e que já se encontram em atuação em diversas escolas”, informou Leonora.

 

Gestora da Escola Municipal José do Patrocínio, Bárbara Maria Lemos Ferreira contou que receber o projeto do Mais Ciência na unidade foi um marco importante, pois vive-se numa sociedade em que a mulher ainda está galgando seus espaços e, para que isso ocorra, é preciso que ela possa ter seu lugar de fala validado.

 

“Somente através desta conversa acontecendo com nossos jovens é possível que um futuro melhor seja vislumbrado. Nossa escola está inserida numa comunidade onde a maioria das nossas mães são mulheres trabalhadoras, sendo assim é essencial conseguir que suas crianças enxerguem que é necessário conhecer a história da luta feminina na sociedade para que elas estejam onde estão e para que as gerações futuras possam ir mais longe. Portanto, foi com muito entusiasmo e alegria que recebemos a professora Doutora Marusa Silva em nossa escola para trabalhar este tema com nossos alunos”, finalizou Bárbara.

 


Por Mariane Pessanha - Foto: Natália Paes

 

14 visualizações

Comments


bottom of page