top of page

MPT e Educação premiam aluna e profissionais com smartphone e tablets




A aluna Suany Manhães Damasceno, da Escola Municipal Branca Peçanha, recebeu um Smartphone da marca Galaxy A23 como prêmio pelo terceiro lugar na etapa estadual do Concurso MPT na Escola edição 2023, categoria desenho. A professora da unidade, Patrícia Monteiro Teixeira; e a coordenadora local do Projeto na Secretaria de Educação, Regina Lannes Pereira, também receberam um tablet cada, da marca GalaxyTab A8.




O projeto é realizado pelo Ministério Público do Trabalho do Estado do Rio de Janeiro (MPT/RJ), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct).


A premiação e entrega do equipamento foram feitas pelo secretário municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, durante a programação da X Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que acontece de hoje (quarta, 18) a sexta-feira (20) no Jardim São Benedito.


“Projetos como esse são importantes pois contribuem para o desenvolvimento integral dos nossos alunos e mostram o quanto eles são capazes de ir além do que imaginam. A Educação ilumina vidas e transforma a realidade das nossas crianças e adolescentes. Agradeço ao empenho da Suany, de toda a comunidade escolar, profissionais da unidade e da Secretaria que contribuíram com o sucesso desse projeto. Parabéns!”, afirmou o secretário.




Para Regina, o projeto ajuda a promover ações tanto de sensibilização como de conscientização da comunidade escolar a respeito do tema trabalho infantil. “Faz-se necessário esse debate e reflexão, trazendo a família também, pois não podemos aceitar que culturalmente alguém admita ou normalize crianças no mercado de trabalho.No próximo ano, vamos ampliar ainda mais a participação das escolas, pois o debate não se esgota em 2023”, assegurou.


Suany foi uma das quatro selecionadas na etapa municipal, realizada em julho deste ano no Teatro de Bolso Procópio Ferreira, quando ficou em 1º lugar. O Projeto Ministério Público do Trabalho (MPT) na Escola foi realizado pelo terceiro ano consecutivo na Rede Municipal de ensino. Este ano, 21 unidades municipais participaram, envolvendo mais de 3 mil estudantes do 4º ao 9º ano de escolaridade.


A mãe de Suany, Gabrieline Manhães Almeida, disse que achou fantástico o projeto. “Com ele, vocês incentivam as crianças a se dedicarem mais aos estudos, a descobrirem seus dons, e até mesmo nós da família sabermos em que incentivar e investir. Fiquei muito feliz por ela ter vencido, ela ama desenhos, sempre disse desejar fazer desenhos para as pessoas construírem. Os presentes dela sempre são lápis de cor, pacotes de folhas A4 e, com a ajuda da Professora Patrícia, que é a dedicação em pessoa, em parceria com esse excelente trabalho da Secretaria, ela se descobriu e nós pais também. Agradeço muito pois ela está toda feliz com a premiação, que será uma grande ferramenta para ela se aprimorar mais. Parabéns a todos da Secretaria de Educação!”, disse.


A diretora da Escola Branca Peçanha, Neilce Faquer, presenteou o secretário com o desenho vencedor, e destacou que o projeto MPT na Escola foi muito importante porque abordou de forma suave a questão da necessidade de transformação da realidade social e a temática sobre os direitos das crianças e adolescentes.





“A escola participou em várias categorias, sendo no desenho, 1° lugar no Município e 3° no Estadual, o que nos deixou imensamente orgulhosos e honrados. Foi um grande marco para nossa escola e principalmente para a Suany. A Escola Branca Peçanha está aberta a mais projetos como esse e que seja dada às crianças a oportunidade de externar seus conhecimentos”, disse Neilce.





A coordenadora de projetos da Seduct, Neidimar Abreu, acrescentou: “Nós educadores devemos sempre estar atentos e conscientizar nossos alunos e comunidade escolar que trabalho infantil é crime e que devemos denunciar. Vamos cuidar das nossas crianças, pois são o presente que farão a diferença no futuro”, destacou Neidimar.




A etapa estadual contou com a adesão de 20 municípios, centenas de escolas e educadores e mais de 10 mil alunos alcançados. Os estudantes concorreram em quatro categorias (Conto, Desenho, Música e Poesia) e abordaram os temas: Trabalho Infantil; Aprendizagem e Profissionalização do Adolescente; e Segurança e Saúde nas Escolas e no Trabalho.



Fotos: Wellington Rangel e Regina Lannes


158 visualizações
bottom of page