top of page

Nova Matriz Curricular é o tema do “Hora da Educação” desta semana



A Nova Matriz Curricular para Educação Infantil sob a perspectiva da saúde e integração Saúde e Educação em Campos. Esse foi o tema desta semana no Hora da Educação dessa quarta-feira, que recebeu o subsecretário de Vigilância em Saúde, Charbell Kury. O programa, apresentado pelo secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, é transmitido pelo Youtube através do portal Pae e fica disponível. Quem desejar assistir é só clicar AQUI.


Durante o programa, Charbell Kury e Marcelo Feres falaram sobre a mudança que irá ocorrer a partir de 2024 quando o município vai atender, prioritariamente, crianças com 7 meses concluídos até 31 de dezembro, ou seja, 10 meses até 31 de março, que é a idade de corte. Entre as cidades do estado que já seguem essas indicações, está o município vizinho de Macaé, que oferece vagas para crianças a partir de dois anos de idade.


“Essa não foi uma ação que fizemos pela Educação apenas com um olhar pedagógico. Nós também levamos em conta o olhar da saúde e essa ajuda foi muito importante para que nossa equipe pudesse avaliar, principalmente as crianças em idade de creche. Parece uma mudança muito grande, mas não é. Até os 7 meses é o período no qual os bebês precisam muito da companhia da mãe, da amamentação, do desenvolvimento dessa criança em um sentido mais maternal”, ressaltou Feres.


Para o subsecretário, quando o bebê vai para a creche com uma idade menor que 7 meses está se quebrando um momento único e importante que é o da proteção do bebê. “A gente tem visto hoje muitos surtos de bronquiolite e infecções respiratórias. Somente este ano, o Hospital Ferreira Machado (HFM) teve que abrir 8 leitos de CTI porque não tinha mais espaço para crianças com pneumonias e surtos respiratórios. Em um mês, tivemos muitos casos de meningite, quase um surto. Então, eu acho que a Seduct está de parabéns porque esse é um tempo em que os anticorpos do neném estão sendo treinados com a vacinação e sendo completados com o leite materno”, explicou Charbell.


Charbell Kury, pontuou ainda que os principais estudos recomendam a idade mínima para entrada nas creches a partir dos 12 meses, gerando maior proteção das crianças. De acordo com o especialista, a ida para a creche antes desse período gera desmame precoce, esquema incompleto de vacinas para as doenças mais prevalentes e com alta taxa de mortalidade, como, por exemplo, coqueluche, pneumonia, meningite e sarampo.

105 visualizações

Comments


bottom of page