Novas vagas para Workshop de Saúde Mental dos profissionais da educação




A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) abriu mais 50 vagas para o workshop de saúde mental dos profissionais da Educação. Com o tema “Quando quem ama, se cuida”, o projeto é promovido por meio do Programa Saúde na Escola (PSE) e contempla, também, trabalhadores da rede estadual de ensino. Os encontros acontecerão nos dias 13, 20 e 27 de setembro, sempre às terças-feiras, das 18h às 20h, pelo Google Meet. As inscrições devem ser efetuadas aqui .


“Diante dos impactos provocados pela pandemia da COVID-19 e dos inúmeros desafios enfrentados com o retorno às aulas presenciais, o PSE decidiu continuar oferecendo ações de Promoção da Saúde Integral, para favorecer o bem-estar dos nossos trabalhadores, no exercício das suas atribuições profissionais”, justificou o coordenador do PSE, João Paulo de Oliveira.

De acordo com João, no primeiro dia será abordado o tema Saúde mental e autorregulação organísmica; no segundo dia: Comportamento alimentar; e no último dia, o assunto será Comunicação não-violenta e cultura de paz. “Emitiremos certificado de 6h de participação. Para isso, é fundamental 100% de presença em todos os 3 encontros. Cabe ressaltar novamente que é condição necessária para participar, ter vínculo e atuação dentro da rede pública de ensino. Nosso objetivo é colaborar para a construção de sujeitos sociais que assumam o protagonismo de sua saúde e de suas vidas, por meio da articulação entre a Educação e a Saúde”, explicou.


De acordo com a assessora técnica da Seduct, Catia Mello, as ações propostas pela equipe de Psicologia do PSE contemplam a promoção de Saúde, na perspectiva psicológica cujo caráter é preventivo. “Promover ações que garantam condições para a saúde mental dos profissionais é fundamental para que o ambiente escolar seja saudável”, destacou Catia.


“Daremos início a mais uma jornada em busca da promoção da saúde. Como nos demais grupos, teremos a oportunidade de refletir sobre nossas emoções neste contexto tão desafiador”, comentou uma das coordenadoras do projeto, Silvia Nascimento. Outra coordenadora, Pâmela Nogueira, acrescentou que a proposta aborda, de forma dinâmica e acolhedora, atividades práticas e reflexivas sobre o autocuidado diante dos desafios da vida. “Queremos que os envolvidos tenham momentos para cuidar de si e olhar para a própria saúde mental e emocional e, desta forma, poder estar pleno em sua ação”, disse.


A assistente social de referência da Escola Municipal Dr Getúlio Vargas, em Tocos, Mary Lúcia do Espírito Santo, participou de uma das edições anteriores e opinou: "Uma aula como esta merece ser gravada para a gente rever, como quem saboreia alguma coisa que traz ótimas sensações e que também faz bem ao coração, ao corpo e ao espírito", ponderou.

119 visualizações