Novo campus da UFF de Campos será inaugurado ainda este ano



O prefeito Wladimir Garotinho realizou uma visita técnica, na manhã desta sexta-feira (08), às obras do novo campus da Universidade Federal Fluminense (UFF) de Campos. Enquanto deputado federal, ele liderou emendas parlamentares da bancada do Rio para liberação de R$ 25 milhões. Recurso que possibilitou a retomada das obras dos prédios, que ficaram meses paradas. A previsão é que em julho um dos prédios comece a funcionar, proporcionando mais conforto aos universitários a todo o corpo docente. O prefeito estava acompanhado do reitor da UFF, Antonio Claudio Lucas da Nóbrega, diretores da universidade e da deputada federal Talíria Petrone. Um grupo de alunos da universidade também participou da visita. A construção do novo campus da UFF segue no antigo pátio de formação de trens de cargas da extinta Rede Ferroviária Federal S.A. (RFFSA), na Avenida XV de Novembro, no Parque Thomaz Coelho, e consta de dois prédios de sete pavimentos cada, com total 80 salas, bibliotecas, auditório, laboratório e instalações para a administração. Para Wladimir, esse projeto é a realização de um sonho e um legado que vai deixar em prol da educação pública de qualidade. “É a realização de um sonho não só para a gente que contribuiu para a emenda parlamentar, mas para todos os estudantes que sonham com essa oportunidade, pois estudam em contêineres há anos. Essa obra é importante para o Norte e Noroeste Fluminense. Aqui vai ser um polo de ciência e de tecnologia, um polo inclusivo de educação pública. Fico feliz em ter contribuído na realização deste sonho, e isso é o que vale na vida pública, deixar legado, deixar marca. Esse espaço é um dos legados que vou deixar para a prosperidade”.

Durante a visita, o reitor da UFF deu ênfase a importância da contribuição de Wladimir para a liberação do recurso para a conclusão do prédio. “Esse prédio não é só desejado, mas necessário a muito tempo, porque a UFF Campos expandiu muito, aumentou o número de cursos, alunos e professores. Hoje temos cerca de 3 mil alunos. Essa obra ficou parada por falta de recursos e uma mobilização suprapartidária, que hoje o prefeito, à época deputado federal, Wladimir liderou, teve um papel muito importante, e graças a isso, em julho devemos estar inaugurando, já com a estrutura entregue e ocupada. Os prédios significam um novo patamar de qualidade, condições de trabalho e estudo para toda comunidade”, diz Antonio Claudio. A estudante o terceiro período de Ciências Sociais, Joana Araújo, diz que as novas instalações representam um novo tempo. “É a concretização de um sonho, e o caminho para o novo tempo. Tudo que foi dito pelas pessoas envolvidas neste projeto, é encorajador e dá a esperança que estamos seguindo no caminho certo, caminhando para algo maior”.

A emenda parlamentar de bancada do Estado do Rio de Janeiro, liderada por Wladimir Garotinho, foi assinada pelos seguintes deputados federais: Alessandro Molon, Benedita da Silva, Clarissa Garotinho, Christino Aureo, Chico d’ Angelo, Jandira Feghali, Marcelo Freixo, Paulo Ramos, Flordelis dos Santos de Souza, Glauber Rocha, João Carlos Soares Gurgel, Márcio Labre e Talíria Petrone.

7 visualizações