Obras na Escola Municipal Farol de São Tomé começam na próxima semana




As obras de reforma na Escola Municipal Farol de São Tomé começam na próxima semana. A unidade vai ganhar novas salas de informática, espaço maker e robótica, sala de recurso, laboratório de ciências e informática, sala de banda, reformulação dos espaços administrativos, ampliação de refeitório e área de convivência. Diretor da unidade, Guilherme Alves Monteiro, disse que a unidade foi fundada em 1988, tem 700 alunos e atende do 1º ao 9º ano de escolaridade e também a Educação de Jovens e Adultos (Eja). A Ordem de Serviço (OS) autorizando a obra foi assinada pelo Secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres.


“Estamos muito ansiosos para que essa reforma e ampliação tenham início pois será um sonho realizado para toda a nossa comunidade. Essa obra vai proporcionar um ambiente digno para os nossos alunos, onde o ensino-aprendizagem se dará de forma estimulante, significativa, resgatando a autoestima de todos os atores envolvidos no processo educacional. Comprometimento e seriedade de um governo que faz acontecer e se preocupa com o bem comum! Educação que ilumina e transforma vidas”, disse Guilherme.


Márcia Andrade é mãe de um aluno da escola e falou da expectativa com a obra. “Estou muito ansiosa em relação à reforma porque todas essas benfeitorias só melhoram o aprendizado e fortalecem a educação dos nossos filhos, oferecendo mais recursos e segurança. A expectativa não é só nossa, pais de alunos, mas dos estudantes que vão poder usufruir de tantas novidades que serão importantes para o futuro deles”.





De acordo Marcelo Feres, a Secretaria está trabalhando para que esses serviços cheguem a todas as unidades escolares espalhadas pelo município. “Se ainda não chegou na sua escola, vai chegar. Nosso objetivo é oferecer conforto e qualidade aos profissionais da Educação e alunos. É muito bom presenciar a transformação das escolas que antes não tinham infraestrutura suficiente e, hoje, estão recebendo serviços necessários para que as pessoas possam ensinar e aprender dignamente. Queremos a escola viva e, para isso, temos que oferecer as condições necessárias para o desenvolvimento do ensino-aprendizagem”, reforçou o secretário.


Filha de uma ex-funcionária aposentada da Escola de Farol, Leandra das Graças Monteiro se tornou igualmente servidora da unidade e, agora, também vive o papel de mãe de alunos.

“Estou muito feliz com a reforma da escola, pois representa uma conquista de muitos anos. Hoje, além de funcionária, também agradeço como mãe de alunos, pois meus filhos estudam aqui e sei que eles terão uma estrutura melhor, com laboratórios, cursos para os professores, enfim, uma educação de qualidade. Aqui a equipe é maravilhosa, estão todos de parabéns!”.

5 visualizações