top of page

Prefeitura lança projeto “Lagoar é Cuidar” nesta terça-feira



A Prefeitura de Campos lança nesta terça-feira (26) o projeto “Lagoar é Cuidar”. A iniciativa acontecerá em frente à Escola Municipal Ponta da Palha, a partir das 9h, em Lagoa de Cima. O objetivo é conscientizar os moradores quanto aos cuidados com o espaço, evitando jogar lixo, utilizar transporte clandestino nas margens da lagoa e ainda não despejar óleo de cozinha no solo. A ideia partiu da primeira-dama Tassiana Oliveira.


O projeto vai ser desenvolvido pelas Secretarias Municipais de Desenvolvimento Humano e Social, Serviços Públicos, Educação, Ciência e Tecnologia, Turismo, Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) e Subsecretaria de Meio Ambiente. O evento conta com a parceria da Concessionária Águas do Paraíba.

Serão realizadas oficinas de muda e de mini-arborizadores, plantadas cinco espécies de árvores nativas, dando início ao processo de reflorestamento da área e serão feitas trocas de óleo utilizado por sabão reciclado. Haverá apresentações culturais dentro da temática do meio ambiente.

“A ideia surgiu a partir da realização do “Social + Perto” realizado no balneário. A primeira-dama Tassiana solicitou a realização desta ação integrada para promovermos a conscientização local sobre a preservação da Lagoa e, a partir disso, começarmos desenvolver ações com os visitantes”, explica o secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Rodrigo Carvalho.


Para a realização do trabalho, foram convidadas cinco unidades escolares que estão situadas próximas ao local: Escolas Municipais Conceição do Imbé, Ponta da Palha, Salvador Benzi, Fazenda Aleluia e Professora Ângela Maria do Amaral Carvalho.


Para a secretária de Serviços Públicos, Simoni Muniz, o evento potencializa o cuidado que a população precisa ter com a lagoa, sendo um patrimônio turístico. “Precisamos educar e conscientizar as crianças da região, suas famílias e a partir delas estender esse tipo de atitude para os visitantes. Já colocamos locais para os lixos serem depositados, mas a integração das secretarias e a sociedade será importante para conseguirmos cuidar e valorizar nossa lagoa”.

Através da Secretaria de Educação, acontece o projeto Reciclar na Rede em 23 escolas municipais. O objetivo é promover a educação ambiental através da coleta seletiva, com foco na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos; promover a inclusão social através da reciclagem; e maior conscientização dos alunos referentes à limpeza pública e a destinação correta dos resíduos gerados nas escolas, nas residências e nas vias públicas.

“Muitos desconhecem que a Lagoa de Cima começa desde o Parque do Desengano, que essa água é corrente e vai para o Rio Ururaí, deságua na Lagoa Feia, no Canal das Flechas e, consequentemente, no mar. Tudo que a gente faz em qualquer pedacinho gera consequências. A Educação Ambiental entra nesse processo, facilitando esse trabalho e estimulando essa mudança de mentalidade, porque as consequências são futuras, mas as transformações que a gente deseja no nosso planeta começam com nossas ações hoje”, explicou Isis Vivório, coordenadora do projeto Reciclar na Rede.


15 visualizações

Comentarios


bottom of page