top of page

Profissionais com as letras L e M devem retirar Chromebook até dia 19




A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) continua distribuindo aos profissionais da rede municipal de ensino os Chromebooks adquiridos para o melhor desempenho das atividades administrativas e pedagógicas. A entrega está sendo feita por ordem alfabética e, nesta semana, continuam sendo contemplados os profissionais cujos nomes iniciam com as letras L e M. 


Eles deverão comparecer até segunda-feira, 19 de fevereiro, na sede da Escola de Formação dos Educadores Municipais (Efem), à Avenida Alberto Torres, 174, Centro, em dias úteis, de segunda a sexta, de 9h às 12h e das 13h às 17h. A relação dos servidores liberados para retirada dos computadores está publicada no portal do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE).


Os profissionais deverão apresentar, no caso dos professores, auxiliares de secretaria e pedagogos: cópia do contracheque, cópia do documento com foto, cópia da declaração de lotação e regência (no caso de professor). Já os diretores e diretores adjuntos deverão levar cópia do contracheque, cópia do documento com foto, cópia da publicação da nomeação no Diário Oficial.


LISTA EXTRA


Professores ativos no Sistema Unificado de Administração Pública (SUAP) Modalidade Ensino também estão recebendo os chromebooks antecipadamente. Neste caso, terão direito os educadores com mais de 30 aulas cadastradas. A lista desses beneficiados também está no PAE.


Segundo o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, a ação integra o Projeto Tô Lig@do, que visa promover educação e inclusão digital nas unidades escolares. Estão sendo beneficiados os auxiliares de secretaria, diretores, diretores adjuntos e pedagogos. O Projeto também inclui a distribuição de cerca de 8 mil tablets aos alunos das escolas municipais, como previsto no PAE.


“Pretendemos, com essa medida, garantir melhores condições de trabalho aos profissionais, tanto no sentido administrativo quanto pedagógico. Essa é mais uma agenda de inclusão e educação digital relacionada à dimensão da ciência e tecnologia, somada a outras, como, por exemplo, a distribuição de 8 mil tablets aos estudantes. A Secretaria de Educação incluiu a Ciência e a Tecnologia no nome não por acaso, e sim porque, de fato, estamos promovendo a inclusão digital e outras ações de apoio a startups, à pesquisa, à economia criativa e à ciência, com ofertas de bolsas. Não é uma aventura, nem uma ação isolada”, afirmou Marcelo.



63 visualizações

Comentários


bottom of page