top of page

Programa de Transporte Universitário e EJA aprovado pelos usuários




O Programa Municipal de Transporte Universitário ofertado pela Prefeitura de Campos, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), está sendo aprovado pelos usuários. O serviço é voltado aos estudantes de universidades, faculdades, pós-graduação, cursos profissionalizantes e cursos técnicos que morem no interior do município e não têm condições de arcar com sua condução até suas respectivas instituições de ensino.


Jessica Gomes Sales, de Rádio Velho, em Farol de São Tomé, é aluna do 6º período de Licenciatura em Matemática no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFF), e foi uma das contempladas. Ela disse que está muito satisfeita com o atendimento.


“Eu utilizava o transporte alternativo antes, porém cada passagem era R$ 17 reais, ida e volta. Mas eu precisava também pegar um uber da faculdade até a rodoviária para não ir a pé, pois tinha medo, por já ter sido assaltada nesse trajeto. Além disso, ainda temos o gasto com alimentação. Ou seja, eu tinha um gasto médio de R$50/dia aproximadamente. Eu pegava a última van na rodoviária de Campos às 23h e, por isso, sempre viajava em pé até Farol. Quando chegava lá, ainda precisava pedir a um familiar para ir me buscar na rodoviária e me levar até Rádio Velho de madrugada. Agora isso não vai ser necessário, pois vou descer na ‘porta de casa’”, declarou.


Jessica falou ainda sobre outras vantagens. “Minha felicidade é enorme não apenas por não ter que pagar passagem mais. E sim pela minha segurança. Não terei mais esse estresse psicológico, o cansaço vai diminuir, ficarei mais tranquila pois chegarei no horário certo na faculdade e terei muito mais conforto. Mesmo em meio às lutas eu nunca desisti, mas muitas pessoas desistiram por não terem condições de manter financeiramente. Com certeza vai melhorar muito porque esse percurso é muito grande e cansativo, são quase 2h de viagem na ida e na volta”, disse Jessica.




Na segunda-feira (30), o programa começou a atender, aproximadamente, 230 universitários de Farol de São Tomé, Santo Amaro, Baixa Grande, Mussurepe, Saturnino de Brito, São Sebastião, Santo Eduardo, Santa Maria, Morro do Coco e Conselheiro Josino, nos turnos da manhã e noite.


Outros 250 alunos da EJA estão sendo contemplados desde o mês passado, beneficiando moradores de 60 localidades mais distantes do Centro da cidade, como Ribeiro do Amaro, Guandu, Nova Canaã, Farol de São Tomé, Dores de Macabu, entre outras.


Segundo o secretário de Educação, Marcelo Feres, o contrato prevê dois grupos: um com 10 rotas para os estudantes universitários e outro com 10 rotas para os alunos da EJA. A medida é uma das ações previstas pelo Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE) da Seduct.


“Estamos muito satisfeitos com o início desse programa que vai ajudar a garantir a permanência dos alunos da Eja e do Ensino Superior, evitando a evasão. Apoiar a EJA e os estudantes universitários é um compromisso que deve ser cumprido com a Educação. No caso da Educação de Jovens e Adultos, o país tem uma dívida com essas pessoas que não conseguiram concluir seus estudos no tempo ideal. E a gente sabe da importância de trabalhar com essa modalidade, oferecendo o melhor para esses alunos e ainda associando a perspectiva ocupacional e a qualificação profissional. Estamos ajudando a eliminar as barreiras do aprendizado”, afirmou Marcelo Feres.





Fotos: Cesar Ferreira

258 visualizações

Comments


bottom of page