top of page

Programa Papo de Responsa da Polícia Civil vai começar em duas escolas municipais





A Escola Municipal Professora Olga Linhares Corrêa, do Calabouço, e o CIEP 144 Brizolão Professora Carmem Sylvia Carneiro, do Parque Eldorado, serão as duas primeiras unidades escolares da rede municipal de ensino a serem atendidas pelo Programa Papo de Responsa. A data será divulgada nas próximas semanas. Trata-se de um programa de educação complementar e de responsabilidade social da Secretaria de Estado de Polícia Civil do Rio de Janeiro, vinculado à Academia Estadual de Polícia Sylvio Terra, com a missão de construir com a sociedade, em especial as juventudes, um futuro onde a palavra e o diálogo sejam as principais ferramentas a favor da paz social e contra violências de qualquer natureza.

A Prefeitura de Campos será parceira da Polícia Civil na implantação do programa, por meio da atuação de diferentes órgãos municipais, como, por exemplo, a Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct). O secretário da pasta, Marcelo Feres, a subsecretária de Educação, Rita Abreu, e outros representantes da Administração Pública Municipal participaram, no dia 23 de março, de reunião na sede da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) em Campos para tratar do assunto.




De acordo com o diretor do 6º Departamento de Polícia de Área (DPA) do Estado no Rio de Janeiro, delegado Gustavo Rodrigues Ribeiro, a proposta é integrar a Polícia Civil às Prefeituras locais desenvolvendo, principalmente, um trabalho de educação e orientação junto às unidades escolares. “Demonstramos com dados concretos que os municípios aqui representados também precisam desse programa e não importa quem sejam os delegados locais, ele vai continuar deixando frutos quando sairmos, e vai ajudar a impedir que mais jovens entrem na criminalidade”, afirmou.



Em escolas, o Programa segue um caminho baseado na sinergia com a direção e coordenação educacional para apresentação e alinhamento com a proposta pedagógica, escolha de temas-chave e definição das futuras agendas. Em seguida, o papo é com os docentes, buscando o ajuste da metodologia ao objetivo de construção conjunta do encontro. Depois do papo com os jovens, é hora do encontro com as famílias, numa comunhão de esforços para o bem.


“Temos cerca de 55 mil crianças e adolescentes somente na rede municipal. Uma ação como essa, de integração, pode potencializar em muito a mudança na vida dessas pessoas por meio da educação. Meu caso pessoal também foi dessa forma, pela educação tive a possibilidade de mudar minha vida em todas as áreas. Vamos apresentar à equipe do programa as principais escolas por onde poderemos começar a desenvolver as ações”, explicou Marcelo.


PROJETOS DA PREFEITURA


Marcelo destacou que a Seduct vai desenvolver um projeto previsto no Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE), de acompanhamento pedagógico familiar, com visitas domiciliares aos alunos com maior dificuldade de aprendizagem, com apoio de equipe multidisciplinar. Além disso, Campos é pioneira na implantação do Programa Família na Escola, tendo recebido o selo Município Amigo da Escola, no ano passado, concedido pelo Governo Federal, em razão do excelente trabalho desenvolvido junto às famílias dos estudantes.





A Prefeitura também desenvolve o Programa Ronda Escolar, da Guarda Civil Municipal, com palestras e apoio dentro das unidades escolares. Além disso, a Seduct promove, por meio do Programa Saúde na Escola (PSE), o projeto “Entendendo a Violência Para Prevenir, Proteger e Promover Saúde"; o projeto “Escola Protetora da Mulher”; o projeto “Construindo Valores nas Escolas”; e o projeto “Tudo Bem Se Emocionar”, entre outros.





Este ano, as unidades estão recebendo um outro projeto chamado Maria da Penha vai às Escolas, com palestras realizadas por profissionais de psicologia e assistente social, em parceria com o Centro Especializado de Atendimento à Mulher (Ceam) e a Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres, abordando temas como relacionamentos abusivos, mercado de trabalho, sobrecarga de trabalho, cuidados com os filhos, rede de apoio, família, e saúde mental.




24 visualizações

Comments


bottom of page