top of page

Projeto Amigos da Lagoa do Açu na Creche Felismindo em Farol



As comemorações pelo Dia das Crianças estão intensas em todas as unidades da rede municipal de ensino. A programação é diversificada e está garantindo a alegria da meninada. A Creche Escola Municipal Felismindo Marques Barreto, situada em Farol de São Tomé, por exemplo, recebeu, nesta terça-feira (11), o “Amigos da Lagoa do Açu”, que é um projeto de preservação ambiental, desenvolvido pelo Parque Estadual da Lagoa do Açu, através do Instituto Estadual do Ambiente (Inea).


Entre as dinâmicas, a equipe levou cascos e imagens de animas, plantaram com as crianças árvores típicas e frutíferas como pitanga, ingá-mirim, furta-cor, capororoca. Vice-diretor da unidade escolar, Victor Miranda, conta que esse tipo de ação é muito importante para que as crianças possam conhecer melhor a região onde vive. Ele disse ainda que pretende leva-las para conhecer de perto a área da Lagoa do Açu.


“Em comemoração à semana das crianças, pensamos em um cronograma que, além de divertir, pudesse conscientizar as crianças quanto às questões ambientais. A praia do Farol de São Thomé, onde a nossa escola está localizada, é uma região da cidade rica de fauna e flora. É muito importante que os nossos alunos tenham consciência desde pequenas, preservando o nosso meio ambiente”.


Professora do Maternal II, Mônica Maria Andrade, aprovou a iniciativa. “Receber esse projeto foi muito importante porque os alunos puderam ter contato com amostras de animais do nosso ecossistema (litorâneo). Foi um momento em que pudemos observar e tocar em vários tipos de cascos de tartarugas, a casa do joão-de-barro, marrecas, entre outras espécies, construindo uma aprendizagem lúdica, palpável e conscientizando as crianças quanto à preservação do meio ambiente”.


“Gostei das plantas, do sapo, do jacaré e dos animais. Eu plantei, tirei foto e joguei com o tio”, finalizou Silvia Katherine, aluna do Pré I. O Guarda Parque da Lagoa do Açu, Adilson Pereira, explicou que a unidade funciona na região do Farol de São Tomé desde 2012. “Atendemos escolas, instituições e estamos abertos a toda a comunidade. Nos preocupamos com a questão da preservação e educação ambiental de toda a comunidade, incluindo Quixaba, Açu, Farol e outros lugares”.


A unidade de conservação tem uma área de 8.251 hectares, abrange os municípios de Campos e São João da Barra e protege os remanescentes de Mata Atlântica: restinga, mangue e área alagada. A região envolve o Banhado da Boa Vista, a Lagoa do Açu e a Lagoa Salgada. Pelo litoral, são 13 quilômetros de extensão.

4 visualizações

Comments


bottom of page