top of page

Projeto “Lagoar é Cuidar” é lançado com grande ação ambiental em Lagoa de Cima



A Lagoa de Cima, um dos principais pontos turísticos de Campos, foi palco do lançamento do projeto “Lagoar é Cuidar”, nesta terça-feira (28). A iniciativa, idealizada pela primeira-dama Tassiana Oliveira, tem como objetivo levar conscientização aos moradores sobre os cuidados que devem ser tomados com a lagoa, como não jogar lixo, não descartar óleo de cozinha no solo, bem como não utilizar transporte clandestino nas margens.


Além da primeira-dama, o lançamento teve a participação do secretário de Desenvolvimento Humano e Social, Rodrigo Carvalho, da secretária de Turismo, Patrícia Cordeiro, da subsecretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Rita Abreu, e da secretária de Serviços Públicos, Simone Muniz.


O evento contou, ainda, com a presença de alunos e professores de escolas municipais próximas que foram convidadas para participar efetivamente do “Lagoar é Cuidar”: Escolas Municipais Conceição do Imbé, Ponta da Palha, Salvador Benzi, Fazenda Aleluia e Professora Ângela Maria do Amaral Carvalho.


Na lagoa, foram realizadas oficinas de muda e de mini-arborizadores, plantadas cinco espécies de árvores nativas, dando início ao processo de reflorestamento da área, e foram feitas trocas de óleo utilizado por sabão reciclado. Os alunos das escolas municipais participaram de apresentações culturais dentro da temática do meio ambiente. Um dos grupos escolares que se apresentou foi o projeto teatral “Grupo Gotta”.


“É muito importante as pessoas se conscientizarem da responsabilidade de cada um. O cuidado não é só do representante do município, do prefeito, de uma secretaria, mas de todos nós, pois queremos a nossa casa limpa. A gente quer fortalecer o conhecimento para todos, mas principalmente para as crianças, porque elas são multiplicadoras de informação”, explicou a primeira-dama Tassiana Oliveira.




“Cuidar do meio ambiente, especialmente da Lagoa de Cima, um ponto turístico importante para a economia, lazer e turismo dos campistas, também faz parte do trabalho humano e social. Com um lugar bem cuidado, as pessoas têm o que explorar, já que muitas famílias que moram aqui ou em localidades da região vivem da pesca”, explicou Rodrigo Carvalho.


Para a professora Lia Márcia Cordeiro Borges, que dá aulas na Escola Municipal Ponta da Palha, que fica em Lagoa de Cima, o projeto “Lagoar é Cuidar” veio para somar com as atividades que já são realizadas dentro do projeto pedagógico da escola para a proteção da Lagoa de Cima.




“Dentro do projeto já implantado na escola, fizemos uma apresentação de problema, que é o lixo, em que os alunos apresentaram soluções. A gente visitou pontos poluídos e fez coletas de lixo na orla da lagoa. Junto com o “Lagoar é Cuidar”, a gente quer despertar na criança que é moradora de Lagoa de Cima o amor pelo espaço. A gente deseja que a criança leve informações para a sua casa e seus familiares, já que muitos são pescadores. Preservar, reflorestar e cuidar da Lagoa de Cima é o que a gente deseja”, explicou a professora.

Além da ação realizada nesta terça-feira (28), o projeto “Lagoar é Cuidar” vai ser desenvolvido pelas Secretarias Municipais de Desenvolvimento Humano e Social, Serviços Públicos, Educação, Ciência e Tecnologia, Turismo, Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL) e Subsecretaria de Meio Ambiente. O evento conta com a parceria da Concessionária Águas do Paraíba.



Projeto Reciclar na Rede é realizado em 23 escolas municipais

Através da Secretaria de Educação, o município já conta com o projeto Reciclar na Rede em 23 escolas municipais. O objetivo é promover a educação ambiental através da coleta seletiva, com foco na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos; promover a inclusão social através da reciclagem; e maior conscientização dos alunos referentes à limpeza pública e a destinação correta dos resíduos gerados nas escolas, nas residências e nas vias públicas.


39 visualizações

Comments


bottom of page