Projeto Tempo Desejável para Engravidar na Escola Municipal 29 de Maio

Abertas segunda-feira (27), as atividades prosseguem até hoje (quinta-feira, 30), com um webinário sobre o tema no canal do YouTube do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE)

Foto: Divulgação / Seduct


O Programa Saúde na Escola (PSE) levou o Projeto Tempo Desejável para Engravidar e Prevenção ao Abuso e Exploração Sexual contra Adolescentes à Escola Municipal 29 de Maio, na Pecuária, nesta quarta-feira (29). A ação integrou a Programação da Semana Municipal de Prevenção à Gravidez infanto-juvenil, organizada pelo PSE, da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia. Abertas segunda-feira (27), as atividades prosseguem até hoje (quinta-feira, 30), com um webinário sobre o tema no canal do YouTube do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE) (AQUI).


"O webinário de encerramento acontecerá hoje (quinta-feira, 30), às 15h, com o secretário Municipal de Saúde, Paulo Hirano; secretário Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres; e o coordenador-geral de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (CGPDCA) do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Emerson Masullo. Ele vai falar sobre Prevenção à Gravidez Infanto-juvenil no âmbito da Secretaria Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente", informou a coordenadora do PSE, Cátia Mello.


O Direito sexual e reprodutivo pelo Programa Saúde na Escola foi ministrado na segunda-feira por Ana Carolina Tavares Vieira, enfermeira especialista em Enfermagem em Saúde Pública, mestre em Enfermagem, apoiadora técnica Estadual do Programa Saúde na Escola da Superintendência de Atenção Primária à Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (SES-RJ).

Na terça-feira (28), o Webinário apresentou palestra sobre Prevenção Primária ao Risco Sexual Precoce e Gravidez na Adolescência, com a médica Fúlvia Estefânia Padre e Fechine, consultora da Saúde do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos; especialista em Reprodução Humana pela Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo em 2008; diretora clínica da FERTVIDA (São Luis-MA); membro da Sociedade Brasileira de Reprodução Humana; presidente da Sociedade de Ginecologia Obstetrícia do Maranhão de 2012 a 2018.

Em fevereiro deste ano, o município recebeu a visita técnica de sete representantes do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, para conhecer de perto o trabalho realizado pelo PSE, cujas atividades de Prevenção à Gravidez Infanto-Juvenil servem de referência para a implantação do Programa Nacional para prevenção do risco sexual precoce e gravidez de crianças e adolescentes, segundo palavras das próprias autoridades do Governo Federal.

“Essa é apenas uma das ações propostas em Educação em Saúde, implantados pelo PSE, que visam aumentar o nível de informação sobre saúde sexual e reprodutiva, alcançando um espaço para a atenção integral ao adolescente e diminuir a taxa de incidência da gravidez reincidente em Campos. O projeto Tempo Desejável para Engravidar trata, entre outros assuntos, sobre planejamento familiar e prevenção de doenças sexualmente transmissíveis”, acrescentou Cátia.


Reportagem: Kamilla Uhl

10 visualizações