PSE e Uniflu garantem Triagem Auditiva Escolar

O Programa Saúde na Escola (PSE) da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia vai realizar o projeto de Triagem Auditiva Escolar a partir de agosto deste ano. A ação acontecerá por meio de parceria com a Clínica-Escola do curso de Fonoaudiologia do Centro Universitário Fluminense (Uniflu). A parceria vai garantir, ainda, ações de educação em saúde, exame de audiometria e o projeto Desenvolvendo Habilidades, Promovendo Aprendizagens.

De acordo com o Secretário de Educação, Marcelo Feres, serão contemplados alunos da creche e do 1º ao 5º ano de escolaridade do Ensino Fundamental. A ação será coordenada pelas fonoaudiólogas do PSE, Isabela Brandt e Ilma Alessandra.

“Os alunos com indicação serão agendados previamente pelas unidades escolares que estarão no ensino híbrido a partir de agosto. Essas intervenções privilegiam a saúde auditiva e as habilidades relacionadas ao desenvolvimento da linguagem oral e escrita, que são essenciais para o sucesso do processo ensino-aprendizagem”, afirmou o secretário.

Segundo a nutricionista e coordenadora do PSE, Cátia Mello, o Ministério da Saúde propõe estratégias em saúde auditiva que também compreendem a capacitação aos educadores e profissionais da rede básica para o desenvolvimento auditivo de crianças, e ações para promoção e prevenção de problemas auditivos”.

“Os responsáveis pelos alunos vão receber um encaminhamento das fonoaudiólogas, para que os alunos sejam submetidos à audiometria e possam fazer o acompanhamento na Clínica-Escola. Também estamos fechando parceria com a Faculdade de Medicina de Campos para desenvolvermos outro projeto de extrema importância: de avaliação pediátrica e oftalmológica”, adiantou Catia Mello.

Para a fonoaudióloga Ilma Alessandra, as alterações auditivas, ainda que de grau leve, podem estar associadas aos déficits na aprendizagem do vocabulário, habilidades articulatórias, desatenção, entre outras situações que prejudicam o aluno. “Através dessa triagem e posterior consulta, estamos prevenindo qualquer tipo de alteração na audição e buscando garantir a aprendizagem dos nossos alunos da rede”, destacou Ilma.

Isabela falou sobre o projeto Desenvolvendo Habilidades, Promovendo Aprendizagens. “Esse projeto promove atividades para desenvolvimento da linguagem oral e escrita, por meio de ações de desenvolvimento das habilidades sensório-motoras, de habilidades psicomotoras-motricidade fina e habilidades auditivas, tapete sensorial, sondagem do frênulo lingual, verificação da saúde auditiva e meatoscopia, que privilegiam habilidades comunicativas, psicomotoras e linguísticas”, explicou.




25 visualizações