Reabertura da Cidade da Criança e inauguração da Escola de Aprendizagem Inclusiva nesta quarta



Com uma nova proposta de atendimento, a Cidade da Criança Zilda Arns será reaberta ao público nesta quarta-feira (12), feriado nacional, garantindo o presente da meninada no Dia das Crianças. A solenidade de abertura acontecerá às 9h e contará com uma grande novidade: inauguração da Escola de Aprendizagem Inclusiva (EAI) no mesmo espaço. Os últimos detalhes estão sendo acertados pelas equipes da Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) nesta terça-feira (11).


Localizado no antigo Parque Alzira Vargas, na Avenida 28 de Março, o espaço temático recebeu manutenção geral e recuperação dos equipamentos. Além disso, deixará de ser apenas um parque, para se tornar um Centro de Lazer, Educação e Convivência Inclusiva. Antes de começar o evento de reabertura, as crianças presentes poderão participar de um “concurso” para a escolha do miniprefeito que ajudará a fazer a gestão do equipamento por um dia. As inscrições serão abertas às 8h do dia 12 de outubro. Para a seleção, os candidatos participarão de um quiz. Também serão constituídos um minissecretário de Educação, um minissecretário de Lazer e um minissecretário de Convivência Inclusiva, fazendo alusão ao nome do equipamento.


Segundo o secretário de Educação, Marcelo Feres, a Escola de Aprendizagem Inclusiva será um espaço de promoção da aprendizagem de crianças típicas e atípicas, visando à convivência inclusiva. Ela integrará ações coletivas no âmbito pedagógico e individuais; e no âmbito terapêutico, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, conforme as especificidades de aprendizagem dos estudantes.


A EAI vai oferecer reforço escolar para alunos entre 2 e 8 anos da rede municipal de ensino, mediante agendamento, já a partir de quinta-feira (13), das 8h às 12h e de 13h às 17h. os atendimentos, neste caso, acontecerão de segunda a sexta-feira. Também serão atendidos com diversas atividades, pais e responsáveis pelos estudantes, além dos profissionais da Educação. Aos sábados, domingos e feriados, o parque temático ficará aberto ao público em geral para o lazer, das 8h às 17h, mediante aquisição de ingressos.


“O Reforço Escolar vai acontecer por meio do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE), visando à criação de um ecossistema com diversas ações que possibilitem a aceleração do processo de ensinar e aprender, com estimulações cognitivas e ênfase nas Linguagens e Matemática. Quando necessário, os alunos receberão auxílio de fonoaudiólogos, pedagogos, psicopedagogos e psicólogos”, explicou Marcelo.


Manutenção - De acordo com o secretário de Educação, Marcelo Feres, entre os serviços executados na primeira fase da manutenção estão: recuperação e ativação da fonte interativa, manutenção da rede elétrica, reparos sanitários e hidráulicos, pintura de fachada das lojas, do castelo, dos muros e áreas administrativas; recuperação e ativação das geodésicas, recuperação da pista de trânsito, paisagismo, pode de árvores, recuperação dos brinquedos de madeira e dos bancos; instalação de playgrounds; entre outros. “A Cidade da Criança passou a ser administrada pela Seduct este ano, por meio de decreto número 483 de 2021, publicado no Diário oficial do município”, comentou Marcelo.


Serviços e projetos - Além de toda parte lúdica, diversos serviços e atividades serão desenvolvidos na Cidade da Criança como Jardim Sensorial, Projeto Estação Educação; laboratórios de ciências, matemática e de robótica; laboratórios lúdicos Brincar e Aprender, brinquedos adaptados para pessoas com necessidades educacionais especiais; Projeto Navegando na Poesia, realizado pela Associação Raízes por meio do Programa Petrobras Socioambiental; oficinas, salas de recursos multifuncionais, Projeto Família na Escola, Reciclar na Rede, reforço pedagógico, capacitações para profissionais da Educação, palestras, teatro, etc.


Estrutura - A estrutura do equipamento compreende uma área de 8 mil metros quadrados e conta com um castelo; três blocos que abrigam lojas, banheiros e fraldários; duas geodésicas (estruturas metálicas com espaço para ciência), miniauditório e administração. Construído em estilo art decor (caracterizado pelo uso de formas geométricas), o prédio foi tombado pelo Conselho Municipal de Preservação do Patrimônio Arquitetônico Municipal (Coppam) em 2012. Há espaço para arvorismo, torres com tirolesa, navio de madeira, local para escalada, fonte interativa, bancos lúdicos e quiosques em formato de casquinha de sorvete, frutas, hambúrguer, máquina fotográfica e pipoca; pista de circuito mirim, ciclovia e área interativa com animais em resina em tamanho natural.



Reconstrução da história de Campos


Para Marcelo, a reabertura da Cidade da Criança, criada em 2015, representa a reconstrução e o resgate da história de Campos, pois o local foi fundado na década de 40, com o nome de Parque Alzira Vargas, local onde funcionaram órgãos públicos como Centro de Assistência e Educação Infantil, antiga Secretaria Municipal de Educação e a Guarda Civil Municipal.


“O espaço voltará a exercer seu papel fundacional, para o qual foi criado há quase 80 anos, com a proposta de ser não apenas um espaço de lazer. Agora vamos garantir a oferta de centenas de serviços visando à inclusão das minorias, de pessoas com deficiências, com necessidades educacionais especiais, e, principalmente, de reforço da aprendizagem, seguindo as metas do Programa de Aprendizagem Eficiente (PAE), implantado pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, em 2021. Nossas crianças vão poder voltar a viver momentos mágicos novamente”, disse o secretário.



Zilda Arns


Zilda Arns Neumann (1934-2010) foi médica pediatra e sanitarista. Fundou em 1983 a Pastoral da Criança, um programa de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil. Em 2006, foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz. Nasceu em Forquilhinha, Santa Catarina; filha de Gabriel Arns e Helena Steinar Arns, descendentes de alemães, e irmã de Dom Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito de São Paulo. Casou-se aos 21 anos com o marceneiro Aloysio Neumann, com quem teve seis filhos. Estudou medicina na Universidade Federal do Paraná e especializou-se em pediatria, saúde pública e sanitária.

18 visualizações