top of page

Reciclar na Rede inicia plantio de árvores nas escolas municipais



O Projeto Reciclar na Rede está mudando a mentalidade dos alunos da rede municipal de ensino quanto à sustentabilidade e preservação do meio ambiente. Mais uma ação concreta foi incluída ao projeto nesta semana: o plantio de árvores nas unidades escolares. A primeira contemplada foi a Escola Municipal Maria Lúcia, do Turfe, que também recebeu o serviço de limpeza externa na terça-feira (9). As ações foram desenvolvidas pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) com apoio dos profissionais, alunos e da ONG Campos + Verde.


De acordo com a coordenadora de Ciências da Natureza e Educação Ambiental da Seduct, Ísis Vivório, a próxima ação está prevista para o Ciep Maestro Villa Lobos, no Parque Guarus. “A Escola Maria Lúcia tinha perdido uma árvore recentemente, por queda natural, por isso foi escolhida para receber o projeto essa semana. Todas as unidades que participam do projeto também executarão essa mesma ação, que acontecerá uma vez por semana”, adiantou Ísis.



Ela explicou que as mudas foram doadas pelo Horto Municipal e a ONG fez a parte técnica junto aos alunos. “Atividades como essa mantêm os sentimentos de pertencimento e de mudança acesos nas nossas crianças. E para que a transformação aconteça é necessário produzirmos doses diárias de cuidado com o nosso ambiente, com o nosso lixo e, consequentemente, com a nossa saúde. O nosso Ambiente agradece”, acrescentou a coordenadora.


O mentor e vice-presidente da ONG Campos + Verde, Alício Gomes, que também é servidor da rede municipal de ensino, ilustrador e designer gráfico, afirmou que a ONG visa à arborização urbana e promoção da educação ambiental em Campos.


“Plantar árvores é um hobby desde criança e nossa ONG uniu pessoas do bem e montou um grupo que deixa nossa Campos mais arborizada a cada dia. Em dois anos de ações, já são quase 500 novas árvores plantadas por aí. Mais que números, nosso objetivo é de nos tornarmos exemplo para que toda a população se conscientize da importância e dos benefícios das árvores em nosso meio urbano”, comentou.


Nesse mês de maio, dez novas unidades receberão o container e os banners para iniciarem o projeto de recolhimento de lixo para reciclagem, cuja coleta do material é feita pela Vital Engenharia uma vez por semana em cada escola participante. São elas: Pequeno Jornaleiro, Amaro Prata Tavares, Cemstiac, Dr. Luís Sobral, EM 29 de Maio, Ciep Wilson Batista, Ferroviário Jacy da Silva Barbeto, Castelo Branco, Marechal Arthur da Costa e Silva e Ciep Pedro Álvares Cabral.



Segundo Ísis, outras atividades estão previstas para esse ano, como entrega de placas "Amigos do Projeto Reciclar na Rede", visitas ao Centro de Educação Ambiental, exposições, entre outras. Até julho deste ano, serão 60 escolas contempladas; atualmente são 23. As ações acontecem por meio do Programa Municipal de Meio Ambiente (ProMEA), que integra as Secretarias de Educação, Ciência e Tecnologia; Serviços Públicos; Planejamento Urbano, Mobilidade e Meio Ambiente, através da Subsecretaria de Meio Ambiente; e Vital Engenharia.


No ano passado, foram recolhidos cerca de 27.350 contêineres de lixo reciclável, por meio da ação de mais de 15 mil alunos beneficiados em 23 escolas municipais. O objetivo do projeto é promover a educação ambiental através da coleta seletiva, com foco na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos; promover a inclusão social através da reciclagem; e maior conscientização dos alunos referentes à limpeza pública e a destinação correta dos resíduos gerados nas escolas, nas residências e nas vias públicas.


40 visualizações

コメント


bottom of page