Reformas e manutenções marcam o primeiro semestre na Educação




O primeiro semestre letivo de 2022 acabou e o recesso escolar começa nesta segunda-feira (11), mas o trabalho da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) não para. "A nossa proposta é transformar a Educação em Campos e estamos promovendo essa transformação por meio de diversas ações que vão beneficiar alunos, professores e a comunidade escolar como um todo", declara o secretário da pasta, Marcelo Feres, destacando, entre as ações, a recuperação da estrutura física e o direcionamento de novos mobiliários e equipamentos para as 234 unidades da rede municipal de ensino como uma das principais condições para a implementação de um ambiente que possibilita a superação dos desafios impostos pela pandemia da Covid-19 e o desenvolvimento de programas e projetos para a melhoria do ensino-aprendizagem.



O secretário faz referência a reformas e manutenções de escolas e creches que, em dois anos de pandemia, tiveram a estrutura deteriorada. São 27 unidades sendo reformadas e outras duas - a Escola Municipal Ary Batista Rangel e a Creche Escola Álvaro Ribeiro das Neves - com as obras finalizadas está semana, além de seis obras que começarão nos próximos dias e 22 reformas em processo de licitação e levantamento orçamentário. Obras de manutenção já foram finalizadas em 63 unidades e estão sendo finalizadas com pintura em 41 escolas e creches.




"Muitos compromissos que assumimos já foram cumpridos e percebemos que, com esse cuidado e valorização de nossos, professores, diretores, de todos os profissionais que atuam nas unidades escolares e da comunidade onde a escola ou creche está inserida, percebemos que o clima na educação é de esperança, de renovação. Estamos confiantes que vamos avançar cada vez mais e alcançar a educação que Campos merece", fala o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia.


Alem das obras, as unidades estão sendo equipadas com aparelhos de ar condicionado, ventiladores, armários, mesas, carteiras, mesas infantis, fogões, geladeiras, freezeres, playgrounds, brinquedos pedagógicos, parquinhos, eletrodomésticos, sofás, projetores de multimídia e máquinas de lavar roupas, entre outros mobiliários e equipamentos.


O clima é mesmo de otimismo nas unidades. "Estamos muito satisfeitos com a reforma, a obra está deixando a escola linda. Há tempos que esperávamos por isso. Quando chovia, chovia dentro da escola e nós tínhamos que botar container pra conter a água. Também não tinha como trabalhar mais na nossa secretaria, que foi adaptada em uma sala. Nossa situação era crítica. Esse governo entrou e entrou com vontade fazer. Estão refazendo toda a parte hidráulica, parte elétrica, raspando as infiltrações, emassando e pintando as paredes, as portas e as janelas, consertando o telhado, colocando manta nas calhas e pintando as grades também. O trabalho é grande, mas foram muitos anos aguardando essas reformas e agora é só alegria de saber que vamos ter uma escola com ótimas condições de trabalho", contou a diretora da Escola Municipal Alberto Lamego, Vera Lucia Mattos Manhães.




Além da escola, a comunidade escolar de Poço Gordo, na Baixada Campista, também está sendo beneficiada com obras de manutenção na Creche Municipal Mãe Flor.


"A creche ficou fechada na pandemia e realmente esperávamos por esse momento há muitos anos. Só temos que agradecer ao prefeito Wladimir Garotinho e ao secretário Marcelo Feres, porque a obra tão sonhada está acontecendo e vamos ter uma área especial para nossos pequenos, que vão ganhar um parquinho e a brincadeira é parte importante da aprendizagem. Estamos vendo uma mudança em nossa educação como nunca vimos antes. Educação se faz com amor e qualidade, 'educação ilumina vidas'", contou, lembrando o slogan da Seduct, a diretora da creche, Michele Monteiro de Azeredo Gomes.




É grande a expectativa na comunidade. "Eu quero afirmar minha satisfação, minha felicidade em ter a minha filha estudando na Creche Mãe Flor, que tem um ensino de ótima qualidade, pessoas maravilhosas que cuidam com muito carinho das crianças. Há muito tempo a creche não recebia uma melhoria e estávamos mesmo precisando de uma obra lá, inclusive de um espaço paras os alunos brincarem. Acho que essa parte da recreação muito importante. Minha filhinha tem um aninho e três meses e é uma fase de Fase de desenvolvimento, de aprender, se descobrir e essa obra parte da de trás da creche, onde vai ter o parquinho, com certeza vai ser muito importante para o desenvolvimento dos nossos pequenos. Então só tenho a agradecer por toda a obra que, graças a Deus, chegou na nossa creche. São muitas melhorias e, com certeza, futuramente muitos benefícios para os nossos filhos. Estou feliz de verdade", afirmou Sabrina Machado Rocha, mãe de Maria Luíza, aluna do Berçário da Mãe Flor.




Outra mãe reforça a importância das obras de manutenção. "Sou a mãe da Manuela, da turminha do berçário da Mãe Flor, e estou acompanhando o empenhado desse governo em trazer melhorias para dentro da creche. Isso é muito importante, porque todas as crianças estão sendo beneficiadas e existe esse cuidado a mais com o lado recreativo, que faz com que nossos filhos queiram ir para a creche, gostem de ficar na creche. É mais um estímulo para gostarem da escola, quererem estudar. Eu confio em deixar a minha filhinha, que só tem um aninho, aos cuidados da equipe da Educação", acrescentou Jerusa Ângelo Ferreira Rodrigues.




10 visualizações