Sanitização semanal na Secretaria de Educação contra o coronavírus



A fim de proteger alunos, profissionais do ensino e toda a comunidade escolar contra o coronavírus, a Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) está promovendo a sanitização semanal na sede do órgão, que recebe, diariamente, centenas de pessoas. Trata-se de iniciativa do Programa Saúde na Escola (PSE), em parceria com a Vigilância Sanitária (Visa) da Secretaria Municipal de Saúde, visando à prevenção e promoção da saúde, além do retorno seguro às aulas, evitando a propagação do coronavírus. O serviço teve início no último sábado (29). As unidades escolares da rede municipal de ensino também estão recebendo o serviço desde o ano passado.

Diversas outras medidas vêm sendo implantadas pelo município, como afirmou o secretário de Educação, Marcelo Feres. "É importante ressaltar que a sanitização potencializa a ação dos demais cuidados que estamos tomando dentro dos protocolos de biossegurança. Devemos continuar usando máscara, álcool e tomar as doses de reforço da vacina contra a covid-19, para cercamos o coronavírus de todos os lados e criarmos um ambiente seguro para nossos alunos e profissionais", destacou Marcelo.

A assessora chefe da Visa, Vera Cardoso de Melo, explicou que higienização é feita com cloreto de benzalcônio, produto autorizado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o combate à Covid-19. “O produto é sem cheiro e biodegradável. Nós conferimos tudo antes de utilizarmos. A sanitização é um conjunto de processos que se complementam e promovem a redução da carga microbiológica, ou seja, da quantidade de microoorganismos como bactérias, vírus e fungos e também de ácaros, promovendo a biossegurança dos ambientes", explicou Vera.

Para a coordenadora do PSE, Catia Melo, esta ação reforça uma força tarefa engendrada pelo município na prevenção contra o coronavírus. “A manutenção do ambiente sempre limpo é uma necessidade para evitar a proliferação de doenças e traz benefícios a toda comunidade escolar. Por isso, vamos repetir todo sábado por tempo indeterminado”, comentou.

Marcelo lembrou que a Seduct também implantou, em parceria com a Secretaria de Saúde, o sistema de retrovigilância, que consiste no acompanhamento de casos suspeitos de Covid dentro das unidades escolares. Por meio de atuação da equipe de enfermagem sentinela do PSE, é feito o monitoramento junto aos gestores. Em caso de suspeita de adoecimento do aluno ou do profissional, ele será referenciado para a unidade de saúde mais próxima da escola para providências, conforme protocolos preconizados pelo Ministério da Saúde.

A Seduct criou, ainda, o protocolo de medidas de proteção, prevenção e controle da Covid, que serve de referência para as condutas seguras e preventivas no cumprimento das regras sanitárias. “Outras duas medidas importantes foram a implantação do Polo de Testagem contra covid para os alunos e profissionais da educação na própria sede da Secretaria; e a criação do Polo de Vacinação para o mesmo público, que também funcionou na Seduct. Além disso, dezenas de cursos, webinários e capacitações foram ministrados sobre o assunto aos profissionais da rede, acessíveis aos pais de alunos", informou o secretário.

8 visualizações