Secretários da região assinam Carta de Compromisso para criação de fórum permanente


Os secretários de Educação de sete cidades das Região Norte/Noroeste/Lagos assinaram, nesta quinta-feira (11), uma Carta de Compromisso do I Fórum Regional de Educação, Ciência e Tecnologia. O evento está sendo promovido pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia de Campos, no Teatro Municipal Trianon. A abertura aconteceu nesta quarta-feira (10) e segue até amanhã (sexta-feira, dia 12), com representantes dos municípios de Italva, Búzios, Macaé, São João da Barra, Quissamã e Cardoso Moreira, além de Campos. O secretário de Campos, Marcelo Feres, falou sobre a medida. "Esse movimento representa o nível de integração dos secretários participantes do evento. A agenda foi tão positiva que o município de Macaé já assumiu o compromisso de sediar a segunda edição do Fórum Regional de Educação, Ciência e Tecnologia. Educação não se constrói sozinho. As demandas de cada cidade são praticamente as mesmas e precisamos pensar soluções sustentáveis que favoreçam o desenvolvimento da educação", comentou. O professor Marcelo Almeida, coordenador de Projetos Educacionais da Secretaria de Educação de São João da Barra, representando a titular da pasta, Angelica Rodrigues, também falou sobre o assunto. "Vários municípios pensando e discutindo Educação, como uma questão de estado e não de governo. Hoje no mundo a proposta educacional steam (sigla em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática) deve estar presente em todos os níveis de ensino. Para a sua implementação, as ações se dão por meio de projetos. A busca por fomento e a aplicação prática tornam-se mais efetivas se o desenvolvimento for regional, a partir do compartilhamento de saberes de diferentes realidades com as soluções para os desafios encontrados sendo mais acessíveis e de fácil execução". A gestora da área da cidade de Búzios, Carla Natália Gomes Marinho Tram, endossou. "O convite do secretário de Educação de Campos, Marcelo Feres, para participar do Fórum Regional de Educação, foi muito gratificante pois além de abordar um tema tão relevante e atual, promoveu integração entre os municípios. Trouxemos 25 profissionais de Educação de Búzios, entre diretores de Escolas e técnicos da Secretaria Municipal de Educação para participar e trocar experiências. Esse encontro foi um pontapé inicial para o fortalecimento de ações concretas em comum entre os municípios. Essa Carta de colaboração entre os secretários municipais irá propiciar a aproximação e integração de ideias", destacou. Confira a Carta na íntegra: Nós, Secretários e Secretárias de Educação e vocês todos, como educadores, podemos inaugurar um tempo de maior integração, de trocas, de fortalecimento da educação como política pública, com objetivos e metas que nos sejam comuns e nos aproximem, sem, contudo, anular nossas singularidades. Enfrentamos esses tempos recentes com barreiras até então inimagináveis e nos vemos diante de um ressurgir de esperanças, de forças, de necessidades e de utopias e a Educação é uma grande força que nos move, enquanto cidadãos educadores, a olhar o presente com visão de futuro. Este encontro representa para nós, essa retomada e a expectativa de um trabalho mais intenso para o fortalecimento de iniciativas e de projetos, ombro a ombro, e banhados pelos apelos que o mundo de agora nos apresenta. Precisamos pensar o local e o regional com visão do global e esse é um dos nossos desafios políticos nevrálgicos e, nesse aspecto, pensar a Educação que queremos, tratar as nossas diversidades educacionais, sociais, culturais, espaciais como potencialidades e não como problemas, tornam-se necessários. E se comungamos com os mesmos ideais, os limites oficiais dos municípios se desvanecem em prol dos fortes elos que podemos tecer para até mesmo romper amarras que limitam e empobrecem tantas iniciativas que nos são comuns. Esta tarefa não é simples, pois revela a decisão de sair muitas vezes do caminho estabelecido e cristalizado. Não é simples, pois exige de nós, educadores, a postura de escuta cada vez mais acentuada e sensível para trabalhar incessantemente. Poderíamos desfilar uma série de pleitos necessários para esse caminho que sabemos, só se faz na caminhada. A premissa maior que nos move é considerar a Educação na perspectiva da formação integral do indivíduo, para que ele participe na construção de uma sociedade melhor e mais igualitária, e destacamos o papel e a importância da escola pública e das políticas públicas. Propomos, nesse momento, a criação de um Fórum Regional permanente para fomentar essa discussão, em que linhas norteadoras do trabalho educativo sejam discutidas para serem implementadas. As estratégias de atuação conjunta intermunicipal apresentam-se como uma grande oportunidade para superação de problemas comuns, para o fomento de ações coletivas e colaborativas. As instituições de ensino públicas são os lugares ideais para esses encontros e trocas. Temos em nossas mãos a geração dos mais jovens, ainda enfrentamos um cenário regional com desigualdades severas, e o agir em conjunto, certamente, suavizaria a luta por mudanças. E isso nos impele a pensar desde os desafios mais abrangentes como “Democratização, emancipação e sustentabilidade” até sua efetivação nas escolas e na diversidade dos currículos. O que, certamente, possibilitará a construção de uma agenda de ações educacionais articuladas no sentido do desenvolvimento regional. Pode parecer a alguns que estaríamos no campo da utopia. E sonhar faz parte do ser humano. Nesse aspecto, o sonho, a utopia aqui seriam o ponto de partida e não meras fantasias. Acreditamos que toda conquista é sempre uma resposta à ousadia e à perseverança de um sonho acalentado. Cremos na potência benéfica da educação na direção de uma justiça social cada vez maior. Com o afeto da alegria conjunta, do corpo e da alma, apenas para lembrar Paulo Freire, quando dizia que “O homem não é uma ilha. É comunicação. Logo, há uma estreita relação entre comunhão e busca”. Reafirmamos nosso vínculo de verdade e esperança, abrigado pelo tom melodioso de Renato Russo, quando proclama na música “Mais Uma Vez”: Nunca deixe que lhe digam: Que não vale a pena Acreditar no sonho que se tem Ou que seus planos Nunca vão dar certo. Campos dos Goytacazes/RJ, 11 de agosto de 2022 Marcelo Machado Feres – Campos dos Goytacazes Leandra Lopes – Macaé Alda Valéria Rezende – Italva Angélica Rodrigues – São João da Barra Helena Lima – Quissamã Edgard Monzato Almeida – Cardoso Moreira Carla Natália Gomes Marinho Tram – Armação de Búzios

8 visualizações