Secretaria de Educação amplia diálogo com FIDESC e apresenta balanço


Visando ampliar o diálogo com a Academia, o secretário de Educação Ciência e Tecnologia (Seduct), Marcelo Feres, participou, nesta quinta-feira (19), de uma reunião com representantes do Fórum Interinstitucional de Dirigentes do Ensino Superior de Campos (Fidesc), na reitoria do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF), em Guarus. No encontro, Marcelo Feres apresentou um balanço das ações desenvolvidas pela Secretaria, com destaque para o Centro de Ciência, Tecnologia e Inovação, que será instalado no Palácio da Cultura. Também participaram da reunião a subsecretária de Educação, Ciência e Tecnologia, Suzana da Hora, e a diretora de Relações Institucionais da Secretaria, Ludmila da Matta. “O Fidesc é, sem dúvida alguma, muito importante, porque as pesquisas ajudam os professores a desenvolverem ainda melhor seus projetos”, disse o secretário. O secretário também falou sobre os editais abertos pela Seduct para os programas Mais Ciência, Mais Ciência na Escola e, ainda, Startups Campos. A atual gestão da Secretaria desenvolveu uma série de parcerias com o IFF, a Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (Uenf), e outras instituições de ensino superior para o desenvolvimento de vários projetos. Professor e pesquisador da Universidade Cândido Mendes, Rodrigo Lira, parabenizou a Seduct e ressaltou a importância da parceria entre público e privado. “Ciência, tecnologia e pesquisa são vocações da cidade. Uma novidade esse diálogo com o poder público local. Uma gota quebra paradigmas e é muito bom ver que estamos todos apoiando a educação”, disse. O reitor do IFF, Jefferson Manhães, pontuou sobre as perspectivas econômicas que eventos ligados à Educação podem trazer para o município. “Poucas cidades têm a diversidade de formação de professores como temos em Campos e essa é uma dimensão que o poder público pode descobrir. Raramente vemos gestores de instituições públicas e particulares conversarem, como fazemos aqui. Eu fico muito feliz que a Seduct está conseguindo esse feito e temos uma vontade muito grande de poder contribuir”, ressaltou. Ludmilla da Matta falou sobre a realização do Fórum regional de ciência e tecnologia, previsto para o segundo semestre deste ano. O evento é mais uma ação que pode reunir projetos acadêmicos e projetos da Seduct. “A ideia é que as universidades possam montar uma mesa de debates apresentando trabalho de pesquisas relacionadas à Educação Básica. O Fórum vai ser importante para as universidades se mostrarem para a nossa rede e vice-versa”, explicou. O secretário também pontuou a busca de parceiros públicos e privados para a implantação do Centro de Referência em Educação e Vivência Inclusiva, que irá funcionar na Cidade da Criança e do Futuro, antiga Cidade da Criança. O local tem como propostas o acompanhamento pedagógico para deficiente visual e surdos; orientação e mobilidade; psicomotricidade; atividade física para crianças; jovens e adultos; teatro; artes e artesanato; música; informática; libras e intérprete. “Já tivemos reuniões com representantes das Casas Bahia e Ponto Frio, com representantes do Governo Federal e ainda vamos conversar com a Petrobras, Eletrobras e a Natura. Estamos trabalhando para buscar parceiros que possam nos ajudar na criação desse centro e seria muito importante contar com empresas e instituições de ensino do nosso município”, comentou.

7 visualizações