Educação promove recuperação da aprendizagem on-line

O atendimento é realizado de forma online para estudantes do 3º, 5º, 6º e 9º anos do Ensino Fundamental

Foto: Divulgação/Seduct


A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) tem desenvolvido, desde o mês de março de 2021, o Projeto Municipal de Recuperação da Aprendizagem na rede municipal de Educação. O objetivo é diminuir as lacunas provenientes da pandemia, que provocou o afastamento dos alunos das unidades escolares. Além disso, as escolas foram fechadas em 2020 e muitos alunos ficaram sem apoio pedagógico, trazendo prejuízos ao processo de ensino-aprendizagem.

O atendimento é realizado de forma online para estudantes do 3º, 5º, 6º e 9º anos do Ensino Fundamental.


"Cada Agente de Recuperação da Aprendizagem (ARA) atua em duas turmas com 35 alunos cada, ministrando as disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História e Geografia. Os estudantes têm acesso a materiais como pdfs e vídeos, que são disponibilizados em grupos do WhatsApp, Telegram e no Google ClassRoom. Os professores trabalham com aplicativos e cada professor tem a autonomia de utilizar o recurso que ele domina. Nós da coordenação realizamos reuniões periódicas e formação com o envio de links e tutoriais", informou Rosanea Martins, uma das coordenadoras do projeto de Recuperação da Aprendizagem, ao lado de Marcia Olinda, Jerusa Boechat, Camila Aguiar, Jackeline Batista e Eleonora Vasconcelos.

Os conceitos de substantivo, adjetivo, verbo e construção de frases, por exemplo, são reforçados por meio do baralho do jogo Remata, que é muito parecido com o Uno e adaptado para jogar online, como destacou a ARA, Simone França, professora de Língua Portuguesa da Escola Municipal Instituto Profissional São José. "Também estimulamos habilidades de planejamento, flexibilidade cognitiva e controle inibitório para um bom desenvolvimento na leitura e na escrita", explicou.


Segundo a diretora pedagógica da Seduct, Tânia Alberto, o Projeto de Recuperação da Aprendizagem visa apoiar os alunos da rede com reforço escolar adicional, de modo a superarem as dificuldades de aprendizagem decorrentes do afastamento social e da não frequência escolar durante o ano de 2020. "O projeto conta com professores agentes ou tutores e, ainda, com universitários que atuam como monitores voluntários, auxiliando os alunos de forma online, seguindo as diretrizes da Seduct e a legislação específica sobre estágio”, informou.


Reportagem: Kamilla Uhl e Wesley Machado

19 visualizações