Secretarias de Educação, Saúde e Administração juntas no Projeto Escola Ativa

Essa semana, representantes dos três órgãos promoveram reunião para tratar do assunto e definir atribuições de cada setor

Foto: Wellington Rangel


A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) vai implantar o Projeto Escola Ativa no próximo ano letivo, em parceria com o Programa de Atenção à Saúde do Trabalhador (PAST), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde; e com a Secretaria Municipal de Administração e Recursos Humanos. O objetivo é promover ações de saúde que visem o bem-estar, qualidade de vida no trabalho e valorização dos profissionais da rede municipal de ensino, como destacou o secretário de Educação, Marcelo Feres.

Essa semana, representantes dos três órgãos promoveram reunião para tratar do assunto e definir atribuições de cada setor. Além do secretário Marcelo Feres, participaram do encontro o coordenador de Gestão de Pessoas da Seduct, Leonardo Loureiro; enfermeira e coordenadora do PAST, Livia Paes; coordenadora do Programa Saúde na Escola (PSE), Catia Mello; assistente social do PAST, Karla Barbosa; a psicóloga e a assistente administrativo da Subsecretaria de Gestão de Pessoas, Débora Rosa e Rayra Rosa, respectivamente; assistente social da Seduct, Luciana Medeiros; e assessora do Departamento de Gestão de Pessoas da Educação, Ana Maia Pacheco.


“A medida visa contribuir para diminuir os índices de adoecimentos dos servidores da Educação, licenças e profissionais readaptados. Uma Comissão Intersetorial será criada para o desenvolvimento do projeto. Essa relação entre a saúde e a educação é primordial e a ponte deve ser feita, em primeira instância, pelo PSE”, explicou Marcelo.

Segundo Leonardo, a ideia é não somente acompanhar os servidores que já estão licenciados ou readaptados por motivos de saúde, mas, principalmente, promover ações de prevenção. “Em fevereiro, vamos promover uma capacitação com os gestores inicialmente, com a temática da saúde dos trabalhadores. Acreditamos que o resultado final será sempre a melhoria da qualidade do ensino”, adiantou Leonardo.

Nesta quarta-feira (22), o grupo reuniu gestores de dez unidades escolares para levantamento de novos dados e ouvir as demandas dos profissionais das escolas e creches do município. “A proposta é promover treinamentos e oficinas para falar sobre motivação, liderança, papel do PAST, atividades práticas, entre outras ações. A proposta é evitar que mais servidores adoeçam, melhorando a qualidade de vida desses trabalhadores”, informou Livia.


Reportagem: Kamilla Uhl

21 visualizações