Seduct inicia chamada dos assistentes de alfabetização classificados no processo seletivo do Program

A Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) iniciou a chamada dos assistentes de alfabetização classificados no processo seletivo do Programa Tempo de Aprender, do Ministério da Educação (MEC)

Foto: Wellington Rangel


Quinze candidatos que tiveram pontuação 10 e 9 foram convocados para trabalhar nas turmas de 1º e 2º anos de 13 escolas municipais que estão funcionando no modelo híbrido: E. M. Professora Eunícia, E. M. Dr. Getúlio Vargas, E. M. C. E. 29 de Maio, E. M. Frederico Paes Barbosa, E. M. Lídia Leitão, E. M. Jacques Richer, E. M. Professora Áurea Simão, E. M. Branca Peçanha, E. M. Custódio Siqueira, E. M. Walter Siqueira, E. M. Paulo Freire, E. M. CIEP Brizolão Arnaldo Rosa Viana e E. M. CIEP Brizolão Wilson Batista.

“Estas escolas elaboraram corretamente seus planos de atendimento para apoio financeiro para assistentes de alfabetização e custeio, realizado no SisAlfa, que é o sistema de gerenciamento do Programa Tempo de Aprender. A chamada está sendo via e-mail e telefonema para estes assistentes. Como temos muitos candidatos com a mesma nota, o critério para desempate está sendo o local de residência dos candidatos próximos a estas escolas, como consta no edital. A próxima chamada será em janeiro de 2022”, informou a servidora da Seduct, Neidimar Abreu, da coordenação local do Programa Tempo de Aprender.


O Tempo de Aprender é um programa do Ministério da Educação, que faz parte da Política Nacional de Alfabetização (PNA) e tem como objetivo melhorar a qualidade da alfabetização nas escolas públicas do Brasil.


Reportagem: Wesley Machado

192 visualizações