top of page

Seduct vai contar com um Centro de Memória da Rede Ferroviária



Uma verdadeira volta ao passado! Esse é o objetivo da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) que está desenvolvendo um projeto para implementar um Centro de Memória da Rede Ferroviária Federal. A ideia é transformar o acesso à secretaria na plataforma de entrada da antiga Rede Ferroviária, restaurando o saguão onde funcionavam as bilheterias. O local vai contar ainda com uma locomotiva da antiga Rede, que vai ficar em exposição permanente no local. A expectativa é que os trabalhos sejam concluídos ano que vem, podendo ser visitado pela comunidade e estudantes.


O projeto foi apresentado na semana passada pelo gerente de mídias, Welinton Rangel, a representantes do condomínio do Pátio Ferroviário, entre eles o arquiteto e secretário de Planejamento Urbano, Mobilidade e Meio Ambiente, Cláudio Valadares. Wellinton conta que, de acordo com o projeto, as pessoas que vierem até a sede da Seduct vão ter a sensação de ter voltado no tempo, podendo conhecer de perto como eram as locomotivas, já que uma delas ficará exposta no hall para visitação.


Além disso, o local vai contar com fotografias do acervo do fotógrafo e historiador Leonardo Vasconcelos, que vai ceder imagens da Rede Ferroviária. A mostra vai poder ser visitada diariamente e o público vai conhecer como era o funcionamento do local, antigamente. E, unindo o passado ao moderno, as imagens vão ter um QR Code com todas as informações sobre as imagens, como por exemplo, a biografia das pessoas que estiverem compondo a foto.


“Vamos unir história e Educação. A Seduct funciona em um prédio cheio de histórias e queremos mostrar isso à população, como era a efervescência de um dia-a-dia com a compra de bilhetes, as saídas e chegadas das pessoas. Tudo isso vai ser mostrado através das imagens cedidas pelo Leonardo Vasconcelos e, além disso, quem vier até à secretaria vai poder ver de perto como eram as locomotivas, podendo observar tudo de perto”, explica o gerente de mídias.

99 visualizações

Commentaires


bottom of page