Unidades escolares começarão a receber manutenção nas próximas semanas

As visitas serão iniciadas pelos lotes 3 e 5, que englobam as unidades situadas em Morro do Coco, Santo Eduardo, Santa Maria e Vila Nova; Morangaba, Ibitioca, Dores de Macabu e Serrinha

Foto: César Ferreira


As unidades escolares da rede municipal de ensino começarão a receber manutenção nas próximas semanas. A partir de segunda-feira (13), as empresas que venceram o processo licitatório para promoverem a manutenção preventiva (periódica) e corretiva predial, tanto em imóveis próprios quanto alugados, darão início a um cronograma de visitas das unidades para conhecerem, de perto, as necessidades já levantadas pela Secretaria Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct).

As visitas serão iniciadas pelos lotes 3 e 5, que englobam as unidades situadas em Morro do Coco, Santo Eduardo, Santa Maria e Vila Nova; Morangaba, Ibitioca, Dores de Macabu e Serrinha.

Por outro lado, segundo o secretário de Educação, Marcelo Feres, a Escola Municipal Alcebíades Candiano, em Ponta da Lama, e a Creche Escola Sérgio Luiz Lilico Paes da Silva, Parque Cidade Luz, estão em processo de obras.

“Há dezenas de unidades em processo de licitação. Algumas delas já tiveram a homologação publicada no Diário Oficial, o que significa que as obras dessas unidades devem começar em breve também. É o caso da Escola Municipal Pequeno Jornaleiro, no Centro; José Giró Faísca, em Travessão; e Creche Salvador Rangel Lopes, Esplanada”, explicou Marcelo.

Serão visitadas nessa semana: CE José de Souza Sodré, Dores de Macabu; EM Professor Paulo Freire, Dores de Macabu; CE Silvina Manhães Terra, Lagoa de Cima; EM Antônia Lopes, Fazenda Olinda, Morangaba; EM Santa Maria, Santa Maria; EM Olímpio Peixoto, Santa Maria; EM Nossa Senhora Aparecida, Santo Eduardo; CE Professor Paulo Freire, Santo Eduardo; entre outras.


"Estamos dando mais um passo rumo à melhoria da qualidade da Educação de Campos. Assim que assumimos essa gestão, demos início ao levantamento das necessidades das unidades e tomamos as providências cabíveis para assegurar aos nossos alunos e profissionais uma estrutura física digna que favoreça o processo de ensino-aprendizagem. Esse era um pedido recorrente dos profissionais e vai contemplar todas as unidades, que ficaram fechadas na maior parte do ano de 2020 sem receber melhorias. Com isso, vamos garantir mais segurança, conforto, saúde e bem-estar da comunidade escolar", informou Marcelo.

A subsecretária de Gestão Orçamentária e Finanças, Carla Patrão, acrescentou que estão previstos serviços eventuais nos sistemas, equipamentos, redes e instalações elétricas, hidrossanitárias, de ar condicionado, de gás liquefeito de petróleo (GLP), cisternas, caixas de água, de reservatórios, fossas e outros materiais existentes ou que venham a ser instalados, bem como reconstituição/adequação das partes civis afetadas nas instalações prediais, dentre outros serviços.

“O processo foi dividido em regiões, formando cinco lotes correspondentes às áreas geográficas específicas do município”, detalhou Carla. Confira:


LOTE 01 - Campos (1º distrito);

LOTE 02 - Guarus (1º distrito) e Travessão (7º distrito);

LOTE 03 - Morro do Coco (12º distrito), Santo Eduardo (13º distrito), Santa Maria (18º distrito) e Vila Nova (20º distrito);

LOTE 04 - Goitacazes (1º distrito), Santo Amaro (3º distrito), São Sebastião (4º distrito), Mussurepe (5º distrito) e Tocos (17º distrito);

LOTE 05 - Morangaba (9º distrito), Ibitioca (10º distrito), Dores de Macabu (11º distrito), Serrinha (15º distrito).


Reportagem: Kamila Uhl

18 visualizações