top of page

Aluno de 10 anos do Ciep Villa Lobos se destaca no Jiu Jitsu


 

 



 

Com apenas 10 anos, o aluno do Ciep Maestro Villa Lobos, Frank Alves Rodrigues Crespo, já tem uma trajetória de conquistas no Jiu Jitsu. Só este mês ele participou de três competições. A última, realizada no município, no dia 17 deste mês, a Copa Campos, onde ele finalizou três lutas e foi campeão.  Um dia antes, competiu em Vitória, no Espírito Santo, foi finalista, mas acabou sendo derrotado. Já no início do mês, em Natividade, venceu as três lutas sendo que seu oponente sequer obteve uma vantagem.

 

Treinador de Frank, Wesley Barbosa, conta que atualmente eles estão treinando para participar, em maio do ano que vem, da Confederação Brasileira de Jiu Jitsu (CBJJ), considerado o maior campeonato da categoria no mundo do Jiu Jitsu. A preparação vai ser feita durante todo o ano. O atleta é faixa cinza branca. Para o treinador, uma criança esforçada que tem tudo para se destacar no universo da luta.

  



“Ele é super talentoso, tem o dom. Mas, o mais importante, além do esforço, tem talento. É um aluno que presta muita atenção nas aulas, bem focado, nada desperta a atenção dele na hora dos treinos. É muito dedicado e a família dele super apoia e se orgulha. Eu o levo comigo em todas as lutas que participo.  O único obstáculo é a falta de recursos financeiros porque esse campeonato da CBJJ é caro. Mas estamos tentando arrecadar fundos para que ele consiga participar”, disse o treinador.

 

 

“Franquinho”, como é conhecido no mundo do Jiu Jitsu começou no esporte no projeto Movimento é Vida, no Parque Santa Helena e logo se destacou. “O meu objetivo realmente é colocar essas crianças em lugares muito altos, mostrar pra elas que existe um mundo muito grande lá fora, que têm capacidade de alcançar lugares muito altos. O Jiu-Jitsu oferece essa chance, mostra que existe outra realidade pra ser explorada e que eles têm capacidade de chegar muito longe”, resumiu Wesley.

  

Mas "Franquinho" não é motivo de orgulho só no tatame. A mãe dele, Riani Alves, também fala do filho de forma orgulhosa.

  


"O Frank sempre gostou muito de esporte. Quando surgiu o projeto eu o levei e ele logo começou a se dedicar ao Jiu Jitsu. É muito bom ver que meu filho está se desenvolvendo e crescendo nas competições e lutas", finalizou a mãe.

 



Por Mariane Pessanha / Fotos: Divulgação/ Família

64 visualizações

Comments


bottom of page