top of page

Ceam leva projeto para Escola do Parque Presidente Vargas




A Escola Municipal Marechal Arthur da Costa e Silva, situada no Parque Presidente Vargas, é a próxima a receber o projeto “Maria da Penha vai à Escola”, desenvolvido por profissionais do Centro Especializado de Atendimento à Mulher Mercedes Baptista (CEAM). O evento vai acontecer nessa quarta-feira (12), às 19h. O convite para a realização das palestras foi feito pela Secretaria de Educação Ciência e Tecnologia (Seduct) à Subsecretaria de Políticas Públicas para Mulheres. O público alvo são alunos da Educação de Jovens e Adultos (Eja).

A última que recebeu o CEAM foi a Escola Municipal Luiz Sobral, no Jardim Carioca, no último dia 5. As outras unidades que receberam a equipe do centro foram Lídia Leitão, no Parque Cidade Luz, e Custódio Generoso, situada no Parque Prazeres. Mês que vem será a vez da Escola Albertina Venâncio, em Travessão.

A Coordenadora da Eja, Greice Souza, diz que as palestras têm cumprido o propósito de conscientizar os alunos da importância de se informar sobre os tipos de violência e ainda como proteger as mulheres.

"Nós estamos muito felizes com os resultados obtidos através dessas palestras. A resposta dos nossos alunos tem sido muito positiva. O propósito com esse trabalho é de acolhida e esclarecimento. Mostrar para o nosso público, que é o aluno, que ele não está só, que tem direitos é que isso chega através do conhecimento, adquirido através da escola. Estamos buscando cada vez mais parcerias, capacitação e conhecimento para que esse público da EJA consiga alcançar seu objetivo, que é um ensino de qualidade, um norte para vida e mercado de trabalho, com acesso e permanência na escola", diz Greice.

A Coordenadora do Ceam Campos, Erika Nogueira, ressaltou que a violência doméstica e os relacionamentos abusivos são problemas que afetam milhões de pessoas em todo o mundo. Ela disse ainda que é importante conscientizar jovens e adultos sobre essas questões para que possam reconhecer os sinais e tomar medidas para se proteger e proteger os outros.

"A Eja é um programa valioso que ajuda jovens e adultos a completarem seus estudos e avançarem em suas carreiras, oferecendo flexibilidade, inclusão e diversidade. É uma oportunidade para que os estudantes melhorem suas perspectivas de vida e obtenham um futuro mais próspero e gratificante. É onde também orientamos para que tenhamos uma sociedade mais justa e menos violenta para todos nós ", pontuou Érika.

41 visualizações

댓글


bottom of page