Copa do Mundo no ensino-aprendizagem das escolas municipais





Pegar como ideia central a realidade do aluno e inserir no ensino-aprendizagem, despertando assim o interesse em aprender. Essa tem sido a rotina dos educadores da Rede Municipal de Ensino, que têm aproveitado a Copa do Mundo para trabalhar o assunto com as crianças na sala de aula. Com a estreia do Brasil no mundial, na última quinta-feira, o que não faltou foi criatividade. Diversas atividades estão sendo executadas, trabalhando diferentes áreas do ensino, como matemática, geografia, história, artes e português.


Nessa sexta-feira (25), as aulas na Escola Municipal Bartholomeu Lysandro giraram em torno da vitória do Brasil contra a Sérvia. A diretora da unidade, Shirley Beatriz de Oliveira Pinheiro Rangel, conta que os professores sempre aproveitam os temas que estão em alta para trabalhar com as turmas. O craque da seleção Brasileira Richarlison, autor dos dois gols da vitória do Brasil foi o tema do dia.




“Cada professor está trabalhando de acordo com a realidade de sua turma. O Richarlison, começa com a letra “R”, então, eles tiveram como tarefa procurar essa letrinha. Pesquisaram também o “B” de Brasil, o “V” de Vitória, o “G” do narrador Galvão Bueno. Vamos ainda trabalhar com os mascotes da Copa, os países que estão participando, a população de cada país e, de acordo, com o ano de escolaridade, o professor vai adaptando as tarefas. Eles estão adorando e as mães também têm contribuído bastante mandando os filhos para a escola, mesmo no dia de jogo do Brasil”, diz Shirley, acrescentando que os alunos foram caracterizados para a escola com as cores do Brasil.


E a criatividade não para por aí. Na Creche Escola Grevi Siqueira, em Custodópolis, as crianças se divertiram confeccionando um álbum de figurinhas. A diferença é que ao invés das fotos dos jogadores, as imagens são dos alunos da escola. Responsável pela elaboração do material, a professora Elba Mara de Carvalho Ferreira conta como surgiu a concepção.





“Tive essa ideia pesquisando atividades relacionadas à copa. Acabei encontrando a capa para imprimir e pedi para minha auxiliar, Marcele Santos, fazer a montagem das figurinhas. Esse álbum é com intuito de trabalhar identidade e autonomia. As crianças amaram ver a carinha delas nas figurinhas. Até o momento eu só apresentei o álbum para eles, mas vamos fazer a colagem das figurinhas no dia do terceiro jogo do Brasil, na próxima sexta-feira (02) ”, conta Elba.


A Escola Municipal Professor Walter Siqueira, Pq Julião Nogueira, também aproveitou a Copa do Mundo para trabalhar os países. Na Francisco de Assis (Horto), a criançada se divertiu com picolés coloridos de verde e amarelo. Para os professores, até o final dos jogos, em dezembro, o que não vai faltar é imaginação. E, para os pequenos, a diversão vai vir junto com a aprendizagem.








62 visualizações