Escola Municipal cria projeto para ensinar Hino de Campos aos alunos da unidade


A Escola Municipal Custódio Siqueira, no Calabouço, desenvolveu um projeto para ensinar o Hino de Campos aos alunos da unidade. O projeto inclui pesquisa do vocabulário, aprendizagem da letra e música. À frente do trabalho está a regente e professora da escola, Ester Alonso, em parceria com o aluno de licenciatura do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (IFF), Mateus de Holanda, que criou um novo arranjo para o Hino Campos Formosa, incorporando ao projeto ainda mais encantamento e qualidade. “No dia 29 de março, na semana em que Campos comemorou 187 anos, eles organizaram a culminância do projeto, realizando uma tarde de gravação de um vídeo, que mostra uma comunidade escolar inteira contagiada pelo projeto e dando de presente à cidade as vozes dos alunos cantando. Esse é o resultado de um trabalho que desenvolvemos com quase 200 alunos da Educação Infantil e Ensino Fundamental 1”, afirmou o diretor da unidade, Felippe Barreto dos Santos. Para o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Marcelo Feres, é importante aprender o hino nacional e o hino municipal, principalmente pelo aspecto cultural. “O viés da cultura está implícito tanto na história da composição dos hinos quanto ao que há de elementos importantes na mensagem trazida nas letras dos mesmos. Nos hinos, exaltamos as lutas e conquistas, a identidade e o amor ao nosso país e à nossa cidade. Além disso, é possível estudar e aprender o significado de cada uma das palavras presentes no hino, aumentando nosso vocabulário, conhecimento e poder de comunicação. Isso amplia nossa cultura em geral. Isso sem contar os benefícios da música no processo de ensino-aprendizagem, além de outros benefícios”, explicou o secretário. De acordo com Ester, a ideia de cantar o Hino de Campos foi do diretor. "Nossa escola vem se destacando em apresentações musicais com o coral dos nossos alunos em Shoppings e no Trianon. Como musicista e licencianda em música, não consigo dissociar a prática educativa da música. E nossa escola tem uma preciosidade, a comunidade escolar: professores, direção, funcionários e as famílias sempre apoiam e dão suporte à nossas ideias musicais. Radiante com o resultado. O hino de Campos se tornou a música preferida dos alunos da escola", disse a professora. Aos 36 anos, Mateus é técnico de informática e trabalha com música desde os 9 anos de idade. "Foi importante participar desse projeto na Escola Custódio Siqueira, pois pude colocar em prática o aprendizado recebido na faculdade, sabendo que a música, além de agregar valores, contribui na formação das crianças", comentou.

8 visualizações