top of page

Professora municipal fala sobre Literatura Infantil no Canal Futura



Foto: Micheline Tavares Benvindo


A professora e escritora da Escola Municipal Professora Lídia Leitão, Onalita Tavares Benvindo, tem uma história rica na Literatura Campista. Em março deste ano, ela gravou com um dos ícones da Literatura Brasileira, o escritor Pedro Bandeira, para o Programa Conexão - Literatura Infantil do Canal Futura, que vai ao ar na semana que vem, terça-feira (02), às 20h.  A discussão girou em torno da contribuição da literatura infanto-juvenil para entretenimento e acima de tudo para pensar a realidade das complexidades sociais.


E em homenagem ao Dia Nacional do Livro Infantil, comemorado dia 18 de abril, a professora também vai participar do projeto Goiabada com Chuvisco, da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) , através do evento Literatura Infantil Viva. A atividade acontece no dia 13 de abril, das 9h às 13h, no Jardim São Benedito.


Onalita tem três livros para o público Infantil.  Um deles está em fase de publicação, (aguardando sair da gráfica) e os outros dois já tem o registro da Biblioteca Nacional e da Câmara Brasileira do Livro. Ela conta que a obra: A Fantástica Viagem Pelo Mundo Da Literatura, que está em fase de publicação, nasceu como projeto original quando trabalhou como incentivadora de leitura do programa Ler P@ra Ser da Seduct, coordenado pela Coordenadora de Políticas Públicas de Acesso e Incentivo à Leitura, Ana Raquel Pourbaix.



“Senti necessidade de criar uma narrativa para celebrar o Dia do Livro em 2019, trazendo os personagens clássicos da Literatura Infantil. Para contextualizar melhor a narrativa, busquei também personagens de outras literaturas em que as crianças se sentissem melhor representadas por suas complexidades sociais, como “Menina Bonita de laço de Fita” de Ana Maria Machado e “Cabelo de Lelê” de Valéria Belém. O texto busca descrever o cenário uma intertextualidade com a narrativa da tradição oral por meio de parlendas, versos e cantigas”, descreve Onalita.


A professora conta ainda que sua história com a Lídia Leitão de Albernaz começou em 2004 e que só foi se desenvolvendo. “Aqui, tive a oportunidade de desenvolver o trabalho com muita confiança e liberdade. Aproveito para expressar minha gratidão a diretora Elienes Zanella e a toda direção e comunidade Escolar.  Em 2016, fui convidada pela escola para coordenar projetos literários. Aproveitando o tema das Olimpíadas, criei um projeto com toda escola envolvendo Gincanas literárias”, explica.


Para Ana Raquel Pourbaix, a participação da professora no Goiabada com Chuvisco, vai ser de extrema importância para todos que puderem comparecer. “Certamente, sua presença irradiará inspiração para leitura e escrita de obras literárias, especialmente, infantis. Onalita nos aponta para a possibilidade de criação de uma atmosfera literária em cada escola”, finaliza Ana Raquel.


Por Mariane

268 visualizações

Comments


bottom of page