Projeto Sesc na Escola presente em 16 unidades municipais





O projeto Sesc na Escola continua levando atividades diversificadas em escolas que atendem famílias em vulnerabilidades sociais, por meio de jogos esportivos, recreação, educação e saúde, meio ambiente e linguagens culturais. Atualmente, 16 escolas fazem parte das ações, que envolvem toda a clientela da unidade escolar, desde a Educação Infantil a Educação de Jovens e Adultos (EJA). Em novembro, as atividades acontecem nas escolas: Ciep Wilson Batista; Escola Albertina Azeredo Venâncio; Ciep Carmen Carneiro e Ciep 270 Ataíde Dias.


No mês de outubro, foram contempladas as unidades: E.M. Santa Terezinha; E.M. Thierry Homero Ribeiro Gomes; Creche Escola Martin Luther King. A assessora de projetos da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), Fabíola Maria Guedes, explicou que o Sesc na Escola tem sido desenvolvido com muita alegria, contribuindo com o desenvolvimento integral do aluno, por ter um caráter interdisciplinar em que eles aprendem através de brincadeiras, jogos, palestras e artes.





“Tivemos a primeira reunião no Sesc e recebemos as orientações dos responsáveis pelo projeto e logo em seguida nos reunimos com os diretores de 10 escolas inicialmente, passamos as orientações e a adesão foi rápida. Visto que os diretores logo se interessaram por ser mais uma oportunidade de contribuir com a formação integral do aluno de forma prazerosa. E, de fato, as escolas contempladas estão muito satisfeitas com o projeto”, explica Fabíola.


O projeto oferece oficinas de saúde, educação, esporte, cultura, jogos, meio ambiente, ciência e tecnologia, recreação para as crianças, apresentações artísticas e culturais, em parceria com a Seduct. Coordenadora de projetos pedagógicos da Seduct, Neidimar de Abreu explica que o Sesc na Escola trabalha com vários temas transversais através de palestras e atividades recreativas, atendendo famílias em vulnerabilidade social.


O projeto é realizado uma vez na semana. Para que as escolas participem é necessário entregar uma ficha de autodeclaração dos alunos, que deve ser preenchida pelos pais ou responsáveis pela criança. Um dos critérios para a seleção é que a família tenha uma renda de até três salários mínimos.


“O projeto Sesc na Escola tem a proposta de levar atividades diversificadas em escolas com famílias em vulnerabilidade. Todas essas atividades se somam à aprendizagem dos estudantes e ainda servem de estímulos para o desenvolvimento de novas habilidades, além de trabalhar a socialização e interação, minimizando as sequelas causadas pelo período pandêmico. O contexto social no qual as escolas estão inseridas é critério para escolha e execução do projeto. O setor de projetos indica as escolas, mas é o Sesc que seleciona, após análise das autodeclarações”, explica Neidimar.





UNIDADES QUE FAZEM PARTE DO PROJETO SESC NA ESCOLA


Escola Francisco de Assis

Ciep Arnaldo Rosa

Ciep Carmem Carneiro

Escola Santa Terezinha

Escola Albertina Venâncio

Escola José do Patrocínio

Escola Sebastião Ribeiro de Deus

Ciep Clovis Tavares

Ciep Pedro Álvares Cabral

Ciep Wilson Batista

Ciep Custódio Siqueira

Ciep Nação Goytaca

Escola Ataíde Dias

Escola Olga Linhares

Escola Carlos Chagas

Escola Thierry Homero

52 visualizações