top of page

PSE itinerante faz sucesso em escola de Caboio


O Programa Saúde na Escola (PSE) esteve nesta semana na Escola Municipal Sergio Viana Barroso com o PSE Itinerante. Sete projetos foram levados até a unidade escolar que fica em Caboio, Distrito de Santo Amaro, na Baixada Campista. Entre os projetos participantes estão o “Eu Digo Não: Prevenção ao Abuso e Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes; “Construindo Valores nas Escolas”, “Educar Para Transformar: Ensinando Meus Filhos a Sorrir Saúde Bucal”, entre outros.

O coordenador do PSE, João Paulo de Oliveira, explicou que o objetivo é levar o máximo de atendimentos para que as comunidades escolares das unidades mais distantes possam usufruir dos trabalhos realizados pelo programa. O trabalho foi voltado para turmas da Educação Infantil e 1º ano, com distribuição de Kits de Higiene Bucal.





“Esse tipo de ação Itinerante em locais mais distantes da área central da cidade é articulada previamente com a escola e a equipe do programa para que um maior número de projetos se preparem para um dia inteiro de ações na unidade. O Programa Saúde na Escola visa à formação integral dos estudantes por meio da execução de ações de promoção e prevenção de saúde. Para nossa equipe, é de suma importância ofertar ações de educação em saúde para os alunos, incluindo as escolas mais distantes”, diz João Paulo.




A diretora da escola, Mairy Carla da Silva, ressaltou que os projetos de saúde previnem doenças, orientam e promovem práticas saudáveis e necessárias ao bem-estar da comunidade escolar. “Esse tipo de atividade contribui e facilita a eficácia no processo de ensino e aprendizagem do cidadão. Saúde e educação tendem andar de mais dadas e, em consequência, a plena satisfação do ser humano”, diz a diretora.

O PSE itinerante também foi aprovado pelas mães. “Foi muito legal, muito bom. A vacinação, a saúde bucal que eles ensinaram para as crianças, a palestra que assistimos sobre abuso sexual, tudo muito importante para a saúde e educação dos nossos filhos. Quero que eles voltem sempre para que a gente possa descobrir coisas melhores para nossas vidas”, disse Ana Carolina, mãe do aluno Pedro Lucas.

“O Programa Saúde na Escola é muito bom, ajudou muito a comunidade esse atendimento na escola. Foi excelente. Nota 10 é pouco”, concluiu Juliana, mãe das alunas Maria Júlia e Maria Luiza.






60 visualizações

Comentários


bottom of page