Seduct conhece projetos do Theatro Municipal do Rio de Janeiro



A presidente da fundação que administra o Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Clara Paulino, esteve, na manhã dessa quinta-feira (06), no Teatro de Bolso Procópio Ferreira. Na ocasião, a gestora apresentou projeto do setor educativo do equipamento administrado pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro (Sececrj), com ações de visitação de grupos vindos de todos os territórios do Rio de Janeiro. O encontro reuniu representantes da Educação e da Cultura da região. Pela Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct) estiveram presentes a coordenadora de Projetos Especiais, Neidimar Abreu; a gerente de Relações Institucionais, Ludmila da Matta, e a coordenadora da Animação Cultural, Eliana Carneiro Moreira. A presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima (FCJOL), Auxiliadora Freitas, foi representada pela chefe de gabinete, Aline Ferreira. O gerente de Formação em Arte e Cultura da FCJOL, Fábio Mattos, e a coordenadora artística do Teatro de Bolso, Neusinha da Hora, também participaram do encontro. Para Neidimar, o que mais chamou sua atenção foi o “Projeto Escola” no qual as unidades escolares podem se inscrever e o Theatro envia todo o material didático e pedagógico do espetáculo que será encenado para que a criança possa conhecer a abordagem e a história. “Após o estudo, eles vão assistir ao espetáculo sabendo do que se trata. Os alunos passam uma tarde no local, conhecem o espaço, ganham o material, por exemplo, do Lago dos Cisnes”, como se fosse uma cartilha e levam essa experiência para a sala de aula”, esclarece. Já Ludmila falou da importância da democratização da Cultura e da parceria com a Educação. “O evento tratou dos projetos que o Theatro Municipal tem de democratização e das possibilidades de participação da comunidade de outros municípios. Ficamos muito felizes com a possibilidade doa alunos da Rede poderem conhecer esse espaço histórico. Todos os projetos que foram apresentados para a área de Educação, como a Visita Guiada, e todo o material pedagógico que o espaço vem construindo para poder apoiar essa inserção do aluno na questão das artes, é muito importante. Vamos dar continuidade nessa parceria, vislumbrando levar nossas crianças a fazer essa visita” A ideia é compartilhada por Eliana. “Fiquei encantada com os projetos educativos que o Theatro oferece e já estou com vontade de tentar ser uma multiplicadora. É muito bom saber que há pessoas interessadas em democratizar a cultura e o saber. Certamente levar essa atmosfera tão rica para os nossos alunos irá incentivá-los a não apenas participar da produção cultural da cidade como também ser um agente de produção e transformação”, finalizou. Para visitar o Theatro, basta se dirigir à bilheteria localizada no Boulevard, na Av. 13 de Maio, e adquirir a entrada. A bilheteria abre às 10h e os ingressos são disponibilizados somente para o dia em questão, em qualquer um dos horários disponíveis. Para ONGs, instituições de ensino sem fins lucrativos e escolas públicas, a visitação é gratuita mediante agendamento a ser realizado através de um formulário de Formação de Plateia. O agendamento pode ser feito por esse LINK

6 visualizações