top of page

Vencedores do desafio Reciclar na Rede visitam Cidade da Criança




Alunos da Escola Municipal Branca Peçanha Ferreira passaram a manhã de um jeito totalmente diferente nesta quarta-feira (27). Eles fizeram uma visita à Cidade da Criança Zilda Arns, onde puderam brincar, fazer piquenique e se divertir à vontade. Alunos da unidade foram os vencedores do desafio de recolher materiais recicláveis, lançado este mês pelo projeto Reciclar na Rede. A turma do 5º ano recolheu 464 revistas e, como prêmio, ganhou a visita ao parque temático.

Para a gestora da unidade, Neilce Faquer, o desafio é muito pertinente porque incentiva os alunos a fazerem a coleta seletiva e, ainda, se conscientizarem sobre a necessidade de cuidar do meio ambiente. Ela reforçou ainda que a escola sempre se empenha em mobilizar ações sociais, e a turma entendeu a importância da participação e se desafiaram em busca dos materiais para atender a proposta da atividade.

“Esse tipo de atividade enriquece muito a aprendizagem, a visão crítica sobre assuntos pertinentes, necessidades e mobilizações sociais. Trabalhamos ciências naturais dentro de tecnologias sustentáveis. Toda a turma e familiares se mobilizaram para atender a proposta. Foi muito importante participar desse desafio. Foi muito interessante para escola pois incentiva e enriquece a aprendizagem”, explicou a gestora.




A ideia também foi aprovada pelos alunos. Julia Duarte Pluvier, nunca tinha ido à Cidade da Criança e adorou a experiência. “Achei o passeio maravilhoso e gostei muito de ter participado do desafio principalmente pela importância da reciclagem que ajuda o meio ambiente. Está sendo a primeira vez que venho aqui e está sendo a realização de um sonho”, disse Julia.

Quem também gostou do passeio foi Marjore Ribeiro. “Valeu a pena participar do desafio. O dia está sendo muito divertido e a professora Patrícia é uma grande incentivadora”, falou a aluna.

A coordenadora de Ciências da Natureza e Educação Ambiental da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia (Seduct), Ísis Vivório, explicou que o objetivo é incentivar as escolas, os alunos e toda a comunidade escolar no projeto.

“É uma forma também de melhorar a qualidade da coleta e envolver toda a comunidade, despertando em todos a importância da reciclagem, da separação do lixo e da consciência ambiental, tão importante e essencial em nossos dias. Aproximadamente 33 escolas estão sendo contempladas com o Projeto, realizado por meio do Programa Municipal de Meio Ambiente (ProMEA), que integra as Secretarias de Educação, Ciência e Tecnologia; Serviços Públicos; Planejamento Urbano, Mobilidade e Meio Ambiente, através da Subsecretaria de Meio Ambiente; e Vital Engenharia”, explicou Ísis.

O objetivo do projeto é promover a educação ambiental através da coleta seletiva, com foco na responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos; promover a inclusão social através da reciclagem; e maior conscientização dos alunos referentes à limpeza pública e a destinação correta dos resíduos gerados nas escolas, nas residências e nas vias públicas. No ano passado, foram recolhidos cerca de 27.350 contêineres de lixo reciclável, por meio da ação de mais de 15 mil alunos beneficiados em 23 escolas municipais.


142 visualizações
bottom of page